agosto 14, 2022

Simulado de acidente com derramamento de carga perigosa é realizado em Araras

Simulado Araras Intervias

O exercício aconteceu nesta sexta (24) na Rodovia Wilson Finardi e contou com a participação da equipe da ARTESP, Polícia Militar Rodoviária, Corpo de Bombeiros, Samu, entre outros

São Paulo, 24 de junho de 2022 – O ciclo de atividades para capacitar e aperfeiçoar as equipes para atendimento dos usuários em situações emergenciais nas rodovias estaduais chegou à Araras. Desta vez, foi a concessionária Intervias quem comandou a ação no km 52 da Rodovia Wilson Finardi (SP-191).Toda atividade foi acompanhada pela equipe técnica da ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo.

Os exercícios dos simulados de acidentes envolvendo produtos perigosos são práticas essenciais, promovidas para constante aprimoramento das equipes operacionais e dos recursos de socorro, assistência e segurança. A proposta é agilizar e aprimorar o atendimento de ocorrências de usuários que trafegam pelos 11,1 mil quilômetros de malha viária, onde atuam as 20 concessionárias que integram o Programa de Concessões de Rodovias do Estado de São Paulo.

“O simulado é um importante exercício para aperfeiçoar os atendimentos realizados pelas equipes da concessionária nas ocorrências com produtos perigosos ou múltiplas vítimas. O exercício de hoje, que envolveu um caminhão carregado de etanol (combustível) e um automóvel, foi bem complexo. O objetivo é agilizar o atendimento visando a preservação da vida“, apontou Ailton Araújo Brandão, Gerente de Operações da ARTESP.

SIMULADOS – Entenda como funciona:

A partir do simulado, que reproduz um acidente real, a equipe da Diretoria de Operações da ARTESP avalia _in loco_ o atendimento disponibilizado pela concessionária, fazendo sugestões e exigindo melhorias, quando necessário. Do mesmo modo, as equipes operacionais são preparadas para realizar atendimento de excelência e agilidade mesmo em condições extremas ou de emergência, além de se preocuparem com a preservação do meio ambiente (nos casos em que há derramamento de cargas ou mesmo risco de contaminação de solo/lençol freático).
São avaliados os tempos de resposta para o atendimento, sinalização, integração das todas equipes envolvidas e os demais procedimentos adotados.

A atividade contou ainda com a participação de diferentes equipes operacionais, como do Corpo de Bombeiros, PMRv, Cetesb, Ambipar, SEST/SENAT, Grycamp Transportes, Defesa Civil, Samu e Departamento de Trânsito de Araras.

Read Previous

Oficina de saneamento básico é realizada no Horto de Tupi

Read Next

FestA! Festival de Aprender do Sesc São Paulo retorna ao presencial