julho 1, 2022

“Energias Renováveis no Contexto ESG” é tema da II Jornada de Energia do CRA-SP

Foto divulgação

O evento, online e gratuito, irá abordar os principais desafios da sustentabilidade na corrida por energias limpas e, ainda, a implantação do ESG nas estratégias empresariais

Diante da pressão exercida por investidores, consumidores, empresários e sociedade em geral, em prol de um desenvolvimento global sustentável, o mundo corporativo tem reformulado seus modelos de negócios, bem como seus planejamentos estratégicos para o contexto das práticas ambientais, sociais e ambientais – ESG (do inglês Environmental, Social and Governance). Dentre as inúmeras mudanças de paradigmas que as organizações vivenciam, um dos destaques está relacionado à busca por fontes de energias renováveis, como parte do processo de descarbonização do planeta, rumo a uma economia de baixo carbono.

Para abordar os principais desafios da sustentabilidade na corrida por energias renováveis e a implantação do ESG nas estratégias dos negócios, o Conselho Regional de Administração de São Paulo – CRA-SP, em parceria com o Grupo de Excelência em Negócios de Energia – GENE, promoverá no próximo dia 28 de junho, terça-feira, das 18h às 20h, a II Jornada de Energia do CRA-SP: Energias Renováveis no Contexto ESG.

O evento, que será transmitido ao vivo pelo canal A Serviço da Administração do CRA-SP, no YouTube, contará com a participação de Eduardo José Bernini, conselheiro de Administração de Empresas; e Carlos Brandão, presidente da ABAQUE – Associação Brasileira de Armazenamento de Energia

Segundo o coordenador do GENE, Adm. Fernando Marques, o combate ao aquecimento global, provocado principalmente pelo aumento das emissões na atmosfera de gases de efeito estufa, leva o mundo à transição para uma economia de baixo carbono. “A sociedade reconhece que os recursos são finitos e que o uso energético de combustíveis fósseis, responsáveis pelo nível de emissões de poluentes na atmosfera, é incompatível em uma economia sustentável. Dessa forma, a geração de energias limpas e renováveis (solar, eólica, hidráulica e, futuramente, o hidrogênio verde), se apresenta como uma necessidade de amplitude mundial”, esclarece.

Adesão das organizações ao conceito ESG

O contexto ESG desafia as empresas a conciliarem estratégias de desenvolvimento econômico e proteção ambiental, a partir da utilização de energias renováveis ao longo da cadeia de produção e distribuição de produtos. Uma parcela do contingente de organizações que adotam o conceito, o fazem de forma responsável, porém há aquelas que praticam o greenwashing (termo em inglês traduzido como “lavagem verde”, ou seja, estratégia de marketing das organizações que atrelam atributos de ordem ambiental aos seus serviços e produtos, sem que haja evidências).

“A adoção do ESG não é uma carta de boas intenções e, muito menos, o exercício de discursos com pretenso apelo ambiental, mas extremamente genéricos. Deve-se sim abraçar a causa ESG de forma verdadeira e responsável. A adesão aos valores e práticas ESG, reflexo das crescentes preocupações ambientais diante das evidências cada vez mais robustas sobre o risco de colapso e extinção do planeta, não pode ser um compromisso vazio”, orienta Marques.

A agenda de sustentabilidade avança na medida em que mais empresários tomam consciência de que a proteção do meio ambiente envolve a atuação de agentes econômicos em todas as etapas de produção. “A ideia é que o mundo corporativo assuma responsabilidades bem maiores em relação às questões ambientais, sociais e de governança, tendo em vista o futuro dos próprios empreendimentos. Diversos estudos apontam que a médio e longo prazo, as empresas que adotam as práticas ESG tendem a ser mais resilientes e promissoras e, ao mesmo tempo, conquistam a fidelização de clientes conscientes da necessidade da preservação ambiental”, revela o coordenador.

Os participantes do webinar terão direito a certificado desde que cumpram duas etapas: inscrição prévia na página do evento e a solicitação durante a transmissão ao vivo, por meio de um link disponível no chat do YouTube.

Serviço: II Jornada de Energia do CRA-SP: Energias Renováveis no Contexto ESG

Data: 28 de junho, terça-feira, das 18h às 20h
Programação:
18h00 às 18h20 – Abertura CRA-SP e boas-vindas do GENE
18h20 às 19h00 – Eduardo José Bernini – Conselheiro de Administração de Empresas
19h00 às 19h40 – Carlos Brandão – Presidente da ABAQUE – Associação Brasileira de Armazenamento de Energia
19h40 às 19h55 – Perguntas do público
19h55 às 20h00 – Encerramento – CRA-SP

Inscrições: https://crasp.gov.br/crasp//site/on-line/ii-jornada-de-energia-do-cra-sp-energias-renovaveis-no-contexto-esg

Transmissão: Canal A Serviço da Administração, no YouTube – https://www.youtube.com/watch?v=eKPskMwuwNQ

Observação: A participação efetiva neste evento, comprovada por meio do certificado emitido pelo CRA-SP, vale como pontuação de Educação Continuada, no Programa de Certificação do IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa.

Sobre o CRA-SP: O Conselho Regional de Administração de São Paulo – CRA-SP é uma autarquia federal, criada em 1968 (três anos após a regulamentação da profissão de Administrador) que, atualmente, reúne cerca de 65 mil registrados, entre pessoas físicas e jurídicas. Embora suas principais funções sejam o registro e a fiscalização do exercício profissional nas áreas da Administração, o CRA-SP tornou-se referência na qualificação de profissionais, ao disponibilizar, de forma gratuita, palestras e eventos em um ambiente onde o conhecimento é tratado como uma poderosa ferramenta, capaz de promover profundas mudanças sociais. Atualmente, o CRA-SP é presidido pelo Adm. Alberto Whitaker.

Read Previous

Corumbataí recebe Totem de Autoatendimento do Poupatempo

Read Next

Analândia terá Totem de Autoatendimento do Poupatempo: medida facilitará vida dos moradores

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.