Artista da região lança vídeo-performance de Dança Contemporânea no próximo sábado (13)

Artista da região lança vídeo-performance de Dança Contemporânea no próximo sábado (13)

A ação marca o encerramento do Projeto “Transcoreografar a Cidade” contemplado pelo ProAC/2019.

Como construir uma leitura poética e política da rua, do urbano e dos espaços públicos da cidade? Foi partindo dessa e de outras provocações que surgiu o trabalho “Errante”, da artista de dança, Felipe Alduina, com estreia programada para o próximo sábado (13), às 20h. A ação contará com um bate-papo online, aberto ao público, que acontecerá via Google Meet. Essa programação faz parte do projeto de dança contemporânea “Transcoreografar a cidade”, contemplado pelo ProAC/2019.

Desde o final da sua graduação em Dança em 2016 e 2017, a Professore de Arte e estudante de Filosofia Política, Felipe Alduina, se baseia na relação entre corpo e cidade, dança e rua, arte e espaço público, utilizando  as errâncias urbanas como modo de compor e configurar seus processos criativos e artísticos.

Em “Errante”, a artista explora as questões do corpo e da rua, do corpo na rua, do corpo da rua, das ruas do corpo, das ruas no corpo, dos corpos rua, do corpo rua e em mais uma infinidade de relações que corpos e ruas podem se dar. 

De acordo com Felipe, esse trabalho é um momento de abertura pública de uma organização provisória de ideias que demonstram como a pesquisa está organizada neste momento. “Não sinto que seja algo novo, me parece mais uma dobra dessa pesquisa de vida que é mergulhar a dança na rua, a dança com a rua”, relata.

 A pesquisa de Alduina teve desdobramento em diferentes trabalhos artísticos, como na obra-jogo de caráter itinerante “emBARALHar: uma corpografia urbana em trânsito” (2019), construída com apoio institucional da Lei de Incentivo à Cultura de Sorocaba – LINC/2018; o vídeo-dança “Caminho” produzido a convite do Sesc Sorocaba para a programação Pílulas de Urgência, em 2020; e no espetáculo de Teatro em Realidade Virtual “EntrE”, dirigido por Robson Catalunha, com temporada no Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS) em 2021.

A ação marca a finalização do projeto de dança contemporânea “Transcoreografar a Cidade”, contemplado pelo ProAC/2019, no edital de Primeiras Obras em Dança, que teve como objetivo, movimentar o pensamento crítico sobre a composição de ações artísticas nas cidades, promovendo o encontro entre dança e espaços urbanos. E para além do vídeo-performance “Errante”, no decorrer do projeto, foram oferecidas oficinas de Dança Contemporânea na APAE Sorocaba, oficina de Estudos Urbanos em Dança Contemporânea para artistas da região e três lives com artistas convidadas da dança, “Conversas Transitórias”.

O lançamento do vídeo “Errante” está marcado para o dia 13 de novembro, às 20h, via Google Meet, junto de um bate-papo com Felipe. O link  poderá ser acessado na rede social do projeto: Instagram (@transcoreografar). No bate-papo, a ideia é fazer uma conversa entre artista e público, sobre a obra e os processos de criação. Para quem não puder acompanhar o lançamento do vídeo no dia 13, poderá assistir pelo YouTube no canal da artista, onde o vídeo ficará por tempo indeterminado. 

Ficha técnica do projeto

Felipe Alduina (Artista da dança e proponente do projeto)

Douglas Emilio (Orientação de Pesquisa)

Ariane Sampaio (Produção)

Thiago Roma (Videomaker)

Luan Fernandes (Figurinista)

Jeff (Fotógrafo)

Flávia Priscila (Assistência Geral)

Natasha Amaral (Assessoria de Imprensa)

Eliete DellaViola (Artista Gráfica)

Anderson Nascimento (Oficina)

Nome de Campos, Renata Ferraz, Douglas Emilio e  Vitória Cardoso (Mediação Oficinas)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta