Botox ou Preenchimento? Aprenda para que serve cada procedimento

Você sabia que a toxina botulínica não é a mais indicada para o bigode chinês? Descubra qual a melhor técnica para cada área do rosto

Quando se fala em rejuvenescimento facial, logo se pensa na toxina botulínica. No entanto, o popular “botox” não é o único e nem o mais indicado para todos os casos. O diretor executivo da rede de clínicas de estética, Botocenter, Rafael Mansilla, elaborou um guia prático com os melhores procedimentos para retardar os sinais do envelhecimento da pele e amenizando e prevenindo o aparecimento das rugas, para as queixas mais comuns no consultório: testa, pés de galinha e bigode chinês. 

Botox x Ácido Hialurônico: Apesar de diferentes, muitas pessoas ainda confundem o efeito da toxina botulínica com o resultado dos preenchimentos com ácido hialurônico. O botox atua bloqueando a liberação da acetilcolina, um neurotransmissor que transmite os sinais elétricos do cérebro para a contração dos músculos, evitando o aprofundamento das marcas de expressão. Já o preenchimento devolve o volume em regiões que, com o passar da idade, o perdem, como os lábios. 

Rugas de preocupação: A área entre as sobrancelhas é uma das primeiras a demonstrar os sinais de estresse e, por isso, as marcas de expressão que surgem por lá são apelidadas de “rugas de preocupação”. O nome técnico para essa região é um pouco menos conhecido: Glabela. Contudo, é ali e também na testa que o procedimento indicado é a aplicação da toxina botulínica que vai deixar os músculos mais relaxados e menos propensos à formação de novas rugas. 

Pés de galinha: Já as conhecidas rugas na lateral dos olhos são formadas a partir da atividade do músculo no dia a dia, seja para falar, sorrir ou mastigar e esta contração pode ocasionar impactos a longo prazo. Assim, a toxina botulínica também é a mais indicada para essa área e atua relaxando a musculatura de forma a suavizar as rugas e linhas de expressão na região.

Bigode chinês: O sulco nasogeniano, mais conhecido como bigode chinês, deixam o rosto com um aspecto cansado. Para essa região, a toxina botulínica não é o procedimento mais indicado. Rafael Mansilla explica que, por ser um vinco na pele e não um músculo, o ácido hialurônico oferece melhores resultados. “O bigode chinês é como se fosse uma dobra na pele. Por isso, o preenchimento com ácido hialurônico é o padrão para amenizar essa marca que incomoda muita gente. Recentemente, a Botocenter passou a oferecer a técnica e a procura surpreende”. 

Sobre a Botocenter

A Botocenter, rede de clínicas de estética especializadas na aplicação de toxina botulínica, nasceu em 2019 na cidade de Recife com a proposta de oferecer um serviço de qualidade com custo-benefício para os públicos das classes B e C. Atualmente a rede está presente em estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Sergipe, Tocantins, Mato Grosso, Rondônia, Bahia e Pernambuco.

Read Previous

Revista Crea São Paulo seleciona artigos científicos para publicação

Read Next

Produtor rural com trator ou máquina sem registro poderá ser multado

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.