agosto 19, 2022

Prefeitura vai implantar coleta seletiva em Santa Maria da Serra

Prefeitura vai implantar coleta seletiva em Santa Maria da Serra – Foto Divulgação

A separação do que é orgânico, reciclável e rejeito é de grande importância, principalmente para o meio ambiente. Os resíduos orgânicos têm um importante papel nos ciclos de nutrientes e destiná-los para aterros sanitários não só é um desperdício econômico como está em desacordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/2010), que prevê que somente rejeitos devem seguir para disposição fina e cumprindo mais um compromisso de campanha, o prefeito Josias Zani Neto fez o lançamento do projeto piloto para a implantação da Coleta Seletiva em Santa Maria da Serra. O evento realizado na Câmara Municipal, contou com a presença da primeira dama e vereadora, Alessandra Bozeli Zani, além dos vereadores, presidente da Câmara Municipal, Cassio Cury e Adriano Zani, diretores de departamentos municipais, assessores, representantes de igrejas, empresários e servidores da limpeza pública.

Durante o evento, foram apresentamos a proposta de trabalho para a realização da coleta seletiva, cujo material a ser reciclado deverá ser separado do lixo orgânico e será realizada em dias alternados da coleta de lixo.

Ainda durante o evento foram distribuídos materiais aos presentes e que estão a disposição da população como folhetos e sacos de ráfia para a coleta e descarte correto do material a ser reciclado.

A coleta seletiva será realizada as quartas-feiras, com início nos bairros do Jardim Itália, e condomínios Tamanduá e Serelepe, já os demais bairros serão atendidos na próxima etapa a ser divulgada pela administração.

Moradores de outros bairros que desejarem receber os sacos de ráfia para a coleta seletiva, devem fazer o cadastro, através do número (19) 3187-9900 para a retirada dos materiais.

A coleta seletiva estará sobre a responsabilidade do setor de Meio Ambiente, ligado ao Departamento Municipal de Obras, que pede a colaboração e paciência de todos até que esse novo método de coleta seja estendido a todos os bairros.

Materiais como pneus e lâmpadas, devem ser levados no Ecoponto provisório instalado prédio do antigo Matadouro Municipal, todas as terças-feiras, das 08h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00.

A separação dos resíduos em três frações é um modelo que atende bem às necessidades atuais de destinação de resíduos.

Primeiro: porque valoriza os resíduos orgânicos, facilitando o processo de compostagem e garantindo a qualidade do adubo final; segundo: porque diminui a contaminação dos resíduos recicláveis secos (papel, plástico, vidro, metal entre outros, geralmente encaminhados para centrais de triagem de resíduos. Nessas centrais de triagem, catadores separam cada tipo de resíduo que pode ser encaminhado para as indústrias de reciclagem. Quanto menos resíduo orgânico chegar nas centrais de triagem, mais fácil e higiênico será a separação dos resíduos secos e melhores serão as condições de trabalho dos catadores) e terceiro: porque a separação em três frações permite enviar ao aterro apenas o que realmente não pode ser aproveitado, ou seja, o rejeito.

Em conclusão, separar os resíduos orgânicos, além de trazer vantagens econômicas, torna mais fácil e seguro transformar esta fração em adubo orgânico, condicionador de solos, húmus, fertilizante, composto orgânico, entre outras denominações.

Mas, afinal, o que é orgânico, reciclável e rejeito?

Resíduos orgânicos: Aparas de madeira, palha e folhas; Restos de frutas, raízes, legumes e verduras; Esterco de animais e outros resíduos; Resto de comida, incluindo pão, ossos e cascas de ovos.

Resíduo reciclável: Papal, revista, jornal, papelão e caixas de papel; Brinquedos e embalagens tetrapac; Garrafas PET, embalagens e objetos plásticos; Isopor; Ferro, alumínio, cobre e outro metais; Vidros; Latas e outras embalagens de metais.

Rejeito: Espuma; Fotografia, papel carbono; Papéis engordurados, fraldas e bitucas de cigarro; Espelho, louças e embalagens metalizadas.

Mas, atenção!

O descarte desses itens abaixo necessita de cuidados especiais para evitar danos ao meio ambiente. Por isso esses resíduos têm sistemas de logísticas reversa e seu descarte deve ser feito em pontos de entrega específicos. Informe-se junto ao seu município sobre os pontos de entrega para cada um desses resíduos.

Pilhas, bateria, lâmpadas fluorescentes, eletroeletrônicos, pneus, óleo de cozinha, remédios e suas embalagens, agrotóxicos e outros elementos tóxicos.

Read Previous

Atividade Delegada da PM reforça segurança em Torrinha

Read Next

Festival Japão na Praça é atração deste final de semana em Piracicaba