Policias Militares participam de treinamento Noturno – AVOT

Policias Militares participam de treinamento Noturno – AVOT

Policias Militares participam de treinamento Noturno – AVOT

Nos dias 17 e 18 de maio, o 10º Batalhão de ações especiais de polícia – 10º BAEP de Piracicaba, realizou no clube de tiro “Red Neck” em Saltinho/SP exercício de acuidade auditiva, visual, olfativa e tátil (AVOT).

Com foco no desenvolvimento de habilidades em meio a fadiga pisco física, privação de visão e outros sentidos, o treinamento seguiu normas internas específicas apresentando aos policiais os conceitos táticos de disciplina de sinais, ruídos e luz em ambientes noturnos, visualização de atuação das forças policiais por terceira pessoa e acuidade olfativa e tátil.

No aspecto psicológico o treinamento visou aumentar a estabilidade psicológica dos operadores, a resistência a frustração, a superação de limites, a união, liderança e espírito de grupo.

Em caráter técnico houve a identificação de distâncias e calibres disparados através da audição, disparos de armas de grosso calibre com munições especiais e explosões controladas, tudo com foco em preparar o operador para ocorrências de complexidade, criminalidade ultraviolenta como roubos bancos e ocorrências em ambiente noturno em geral.

Para o comandante do 10º BAEP, Tenente Coronel PM Fernando Aparecido de Souza, “o BAEP fica fortalecido a cada treinamento em busca da excelência e sem dúvida esse treinamento mais realístico em ambientes que simulam as adversidades do dia a dia tem sido o foco do batalhão e tem resultado em operações mais eficientes e seguras. O objetivo é intensificar os treinamentos internamente e multiplicar para as demais forças policiais de nossa região.”

Estamos nas Ruas, o BAEP não para!

Com foco no desenvolvimento de habilidades em meio a fadiga pisco física, privação de visão e outros sentidos, o treinamento seguiu normas internas específicas apresentando aos policiais os conceitos táticos de disciplina de sinais, ruídos e luz em ambientes noturnos, visualização de atuação das forças policiais por terceira pessoa e acuidade olfativa e tátil.

No aspecto psicológico o treinamento visou aumentar a estabilidade psicológica dos operadores, a resistência a frustração, a superação de limites, a união, liderança e espírito de grupo.

Em caráter técnico houve a identificação de distâncias e calibres disparados através da audição, disparos de armas de grosso calibre com munições especiais e explosões controladas, tudo com foco em preparar o operador para ocorrências de complexidade, criminalidade ultraviolenta como roubos bancos e ocorrências em ambiente noturno em geral.

Para o comandante do 10º BAEP, Tenente Coronel PM Fernando Aparecido de Souza, “o BAEP fica fortalecido a cada treinamento em busca da excelência e sem dúvida esse treinamento mais realístico em ambientes que simulam as adversidades do dia a dia tem sido o foco do batalhão e tem resultado em operações mais eficientes e seguras. O objetivo é intensificar os treinamentos internamente e multiplicar para as demais forças policiais de nossa região.”

Estamos nas Ruas, o BAEP não para!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta