Recursos para Saúde de Piracicaba terá aumento de teto de R$ 8 milhões para 2019

A Prefeitura de Piracicaba vai receber mais R$ 8.051.576,86 do Ministério da Saúde para custear internações hospitalares de pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) em 2019. O aumento de teto foi confirmado pela Portaria MS 4125, publicada na última sexta-feira, 21/12, no Diário Oficial da União (DOU), e será feito em 12 parcelas de R$ 670.964,73. Com o recurso, mais atendimentos serão realizados e, consequentemente, haverá a diminuição de filas.

O pedido de aumento de repasse foi feito pelo prefeito Barjas Negri em audiência com o ministro da Saúde, Gilberto Magalhães Occhi, em novembro. Barjas apresentou a Occhi dados que comprovam a defasagem do orçamento. “Em função dessa defasagem, a Prefeitura vem acumulando déficit financeiro com os hospitais credenciados junto ao SUS – Santa Casa e Hospital dos Fornecedores de Cana”, explicou Barjas Negri. Segundo o prefeito, o município tem dificuldade em continuar custeando essa conta com recursos próprios. A Administração já aplica cerca de 30% de seus recursos em serviços e ações de saúde.

Para o secretário de Saúde, Pedro Mello, o aumento do teto é muito bem-vindo porque ajuda a resolver um problema imediato, no entanto, no médio e longo prazo é preciso haver mudanças no cenário econômico para que o sistema público de saúde deixe de ser tão pressionado como vem sendo em decorrência da crise financeira. “Com o desemprego, as pessoas perdem seus planos de saúde e migram para o sistema público, aumentando a demanda na rede e, consequentemente, os gastos do município, sem o correspondente repasse do governo federal”.

A articulação junto ao Ministério da Saúde foi feita pelo prefeito Barjas Negri, pelo secretário Pedro Mello e pelo vereador Gilmar Rotta.

OUTRAS DEMANDAS- Nas viagens a Brasília pelos representantes do Executivo e Legislativo Municipal também foram discutidos o repasse de R$ 4 mil ao Programa de Residência Médica, a regionalização do Samu 192, a qualificação da UPA Piracicamirim, a implantação do programa Melhor em Casa, assim como a Rede de Cuidado da Pessoa com Deficiência, o CER II Apae e o CER IV Centro de Reabilitação.

 

Read Previous

Recreação no Parque Maria Angélica será atração do Verão Cultural 2019

Read Next

Prefeitura pagou salário de dezembro aos servidores públicos de Piracicaba

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.