Parque do Engenho Central passa por pequenos reparos e limpeza

Foto: Divulgação

Ação está sendo realizada visando, também, adequações para a 37ª festa das Nações

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural (Semac), em parceria com a Secretaria Municipal de Obras (Semob), Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sedema), realizou nesta semana limpeza e reparos nas dependências do Parque do Engenho Central. Os trabalhos, sob responsabilidade do diretor do espaço, Antonio Padovan, têm objetivo de conservar o Engenho Central e, também, deixá-lo preparado para o público da 37ª Festa das Nações, que acontece de 18 a 22 de maio.

As ações tiveram início na segunda-feira, 02/05. Equipes realizaram reparo nos alambrados, piso, armazéns e na sinalização. A operação de limpeza retirou cerca de 12 caminhões de entulho, entre galhos, folhas e lixo. Também foi feita lavagem de áreas e corte de grama.

A Semob realiza reforma na parte elétrica para atualizar redes e equipamentos elétricos que estavam depreciados e também devido a furtos de fiação. O investimento nessa área é de R$ 754.986,99. Entre os serviços executados estão a reforma parcial da rede elétrica aérea classe de 15KV, com substituição e instalação de cabos, chaves, cruzetas e para-raios em rede elétrica, e de rede elétrica subterrânea de baixa tensão para atender quadros de distribuição. No valor da obra estão contemplados fornecimento de materiais, mão de obra, direção técnica e equipamentos.

O Engenho Central possui uma área verde de 80 mil metros quadrados e a área construída ocupa 12 mil metros quadrados. “Nosso trabalho é contínuo e constante. O espaço de abrangência é muito grande e, neste sentido, o Engenho exige cuidados diários. Precisamos respeitar sua estrutura, seu meio ambiente, seus prédios históricos e realizar a coleta de lixo, pois recebemos, em média 20 mil pessoas ao mês. Com a Festa das Nações esse número será muito maior em cinco dias da festa, explicou Padovan.

Os serviços continuam nesta semana e o Parque do Engenho continuará aberto para o público. A orientação é para que os visitantes se atentem para os locais que estão recebendo manutenção. Todas as atividades estão com respaldo técnico. “Buscamos sempre a melhoria e a qualidade de conservação dos nossos equipamentos para garantir a segurança e bem-estar de todos, e com a chegada da Festa das Nações precisamos adequar alguns procedimentos. Nossa equipe está trabalhando a todo vapor. Gostaria também de agradecer à Semob pela reforma em nossa parte elétrica” complementa o secretário da Ação Cultural, Adolpho Queiroz.

HISTÓRICO – O Engenho Central de Piracicaba foi construído em 1881 por Estêvão Ribeiro de Sousa Resende, o Barão de Rezende. Em 1899 foi vendido à Société de Sucreries Brésiliennes, produzindo em seu auge 100 mil sacas de açúcar e três milhões de litros de álcool por ano. Em 1970 foi vendido para o Grupo Silva Gordo, que o desativou em 1974.

Foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural (Codepac), em 1989, e referendado em 2014 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat).

Read Previous

Em ofício, Prefeitura pede que Cetesb e PM Ambiental investigue mortandade de peixes

Read Next

DNA XV: Sub-20 goleia Comercial de Tietê na estreia do Paulista

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.