agosto 9, 2022

Ex-presidente do TJ destaca atuação da Professora Bebel na construção do Plano Estadual da Educação

Foto divulgação

O amplo e histórico trabalho e luta da Professora Bebel na defesa da educação pública de qualidade no Estado de São Paulo é destacado pelo ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, José Renato Nalini, que foi secretário estadual da Educação do Estado de São Paulo entre 2016 e 2018. Em declaração dada em vídeo, Nalini diz que na condição de ex-secretário da Educação, “testemunho que a Bebel foi impar na defesa do Plano Estadual da Educação (PEE). Não teríamos esse projeto de emancipação da escola pública, de aprimoramento da escola pública se não fosse à luta da Professora Bebel”, declarou.
O Plano Estadual da Educação estabeleceu 21 metas e 256 estratégias. Dentre elas, estão garantir o acesso universal à educação, uma efetiva melhora na alfabetização e letramento dos alunos, a valorização salarial e curricular dos professores, uma gestão democrática nas decisões da Secretaria de Estado da Educação e o aumento dos investimentos.
Para a deputada Professora Bebel (PT), a evolução do ensino passa pela aplicação do Plano Estadual de Educação. “É urgente que a sociedade cobre do governo para que cumpra o PEE, uma política de Estado imprescindível para a educação de São Paulo”, disse. “Como ex-presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia, pautei o PEE como prioridade e buscamos realizar um trabalho de articulação com o Fórum Estadual, a Secretaria da Educação, o Conselho Estadual de Educação e outras instituições, visando analisar a aplicação do plano e colocá-lo em linha de execução. Esse trabalho ainda prossegue”, completa a parlamentar.
Nalini destaca que o Plano Estadual da Educação tem como objetivo projetar uma educação que consiga erradicar o analfabetismo, a exclusão e fazer com que todas as crianças estejam na escola.

Read Previous

Vem aí a 12ª Noite Espanhola da Legião Mirim de São Pedro

Read Next

XV de Piracicaba enfrenta o Rio Claro no Barão da Serra Negra pela Copa Paulista 2022