Emoção marcou a Comemoração dos 25 anos do CBH-PCJ

Solenidade 25 anos do PCJ [crédito – Engenho da Notícia Assessoria de Imprensa]
No sábado passado, dia (24/11), a emoção tomou conta do Salão Nobre da Câmara de Vereadores de Piracicaba, quando aconteceu a cerimônia em comemoração aos 25 anos do CBH-PCJ. Marcada pela importância dos Comitês PCJ, a manhã começou com recepção de boas-vindas, seguida pela composição da mesa de autoridades e discursos que enalteceram os 25 anos de instalação e atuação do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (CBH-PCJ).

Durante o evento também foram reverenciados os 15 anos do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ FEDERAL) e os 10 anos do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba-Jaguari (CBH-PJ1).

A mesa de autoridades foi composta por Rui Brasil Assis, coordenador de Recursos Hídricos da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo; Luiz Roberto Moretti, secretário-executivo do CBH-PCJ e secretário-executivo do PCJ FEDERAL; José Maria do Couto, presidente do CBH-PJ1 e 1º vice-presidente do PCJ FEDERAL; Barjas Negri, prefeito de Piracicaba e presidente do CBH-PCJ e do PCJ FEDERAL; Marco Antônio dos Santos, vice-presidente do CBH-PCJ e 2º vice-presidente do PCJ FEDERAL; Sebastião Bosquilia, secretário-executivo adjunto do CBH-PCJ, e Sergio Razera, diretor-presidente da Agência das Bacias PCJ.

Em seu discurso, Rui Brasil Assis, coordenador de Recursos Hídricos da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, citou a moderna política de recursos hídricos das Bacias PCJ e o empenho de todas as pessoas envolvidas em prol de milhões de usuários da água. “Importante é o resultado na busca de soluções. Na época, a instalação foi constituída por várias mãos, inclusive da sociedade civil e política”, falou ao nomear agentes que ajudaram a construir a história.

José Maria do Couto, presidente do CBH-PJ1 e 1º vice-presidente do PCJ FEDERAL, fez um resumo das condições da bacia na região de Camanducaia, parcela mineira das Bacias PCJ que reúne outras quatro cidades: Extrema, Itapeva, Sapucaí-Mirim e Toledo. “Somos parceiros inseparáveis dos Comitês e o trabalho precisa ser árduo para ter sucesso”, disse. Couto também comentou sobre a importância de a “parte política se manter unida para dar sustentação em prol da água, que é vida”.

“Os Comitês PCJ são exemplos de gestão de recursos hídricos”, disse Barjas Negri, prefeito de Piracicaba e atual presidente do CBH-PCJ e do PCJ FEDERAL. “Mais de cinco milhões de pessoas, de 76 cidades, são beneficiadas. Nossa realidade supera a de muitas regiões brasileiras, pois nestes 25 anos já tratamos 75% do esgoto coletado”.

Em nome de todos os membros que fizeram e fazem os Comitês PCJ serem referência mundial, Barjas Negri agradeceu Pedro Kühl, ex-prefeito de Limeira, que presidiu o CBH-PCJ entre 1997 e 1999.

Ao finalizar os discursos, Luiz Roberto Moretti, secretário-executivo do CBH-PCJ e do PCJ FEDERAL, leu um texto surpreendente (íntegra abaixo), homenageando os antigos e atuais membros do colegiado, e contou como a instalação do CBH-PCJ começou antes destes 25 anos, com ideais e planejamentos.

A sessão solene continuou com homenagens a 36 membros do colegiado, divididas pelo maior número de mandatos. Todos receberam um troféu pelos serviços prestados.

Mas a emoção intensificou quando a família de Harold Gordon Fowler foi chamada para receber a homenagem póstuma. O ex-coordenador adjunto da Câmara Técnica do Plano de Bacias dos Comitês PCJ faleceu neste mês, dias antes da cerimônia. Um vídeo relatou sua vida e sua atuação pela defesa do meio ambiente.

Num misto de felicidade e agradecimento, outro homenageado comoveu o público. Waldemar Bóbbo, membro dos Plenários dos Comitês PCJ, ergueu seu troféu e mostrou para a plateia lotada. Sua demonstração tem vários motivos, dentre eles o reconhecimento por seus trabalhos aos 84 anos de vida.

A solenidade começou com o Hino Nacional Brasileiro e encerrou com o Hino de Piracicaba, cidade marco de uma luta em favor do rio que leva seu nome pelo mundo e também dos esforços de pessoas envolvidas e preocupadas com o bem maior para a sobrevivência das populações: a água.

 

Read Previous

Projeto Luz&Arte instalou luzes de Natal no Elevador turístico e Passarela Pênsil em Piracicaba

Read Next

Índice de Confiança do Consumidor rompe a barreira dos 150 pontos e é o maior da série registrado em Piracicaba

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.