agosto 19, 2022

Deputado Alex de Madureira cobra apurações sobre mortandade de peixes no Rio Piracicaba

Foto: Divulgação

O deputado estadual Alex de Madureira (PL) cobrou explicações sobre a mortandade de peixes registrada no último final de semana no Rio Piracicaba. A denúncia e pedido de providências ganhou repercussão estadual durante a 34º Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), realizada nesta segunda-feira (9/05).

A pedido da Prefeitura de Piracicaba, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) fez a coleta e apuração das águas nas regiões onde os animais mortos foram achados, mas nenhuma alteração foi encontrada até o momento.

“Foram encontrados milhares de peixes mortos, de diferentes espécies, em alguns trechos do Rio Piracicaba. Nós comunicamos as autoridades locais sobre o acontecimento e, junto ao grupo SOS Rio Piracicaba, estamos oficiando órgãos responsáveis, como a Cetesb e a Ares PCJ (Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) para que encontrem os responsáveis”, afirmou Alex de Madureira.

Estima-se que duas toneladas de peixes morreram. Os animais foram achados, todos mortos e alguns em estado de decomposição, às margens dos bairros Itaperu, IAA e Gran Park até a ponte de Ferro de Artemis.

“A notícia que temos é que a Cetesb já avaliou o teor de oxigênio da água, a temperatura e o grau de poluição, mas nada que pudesse explicar o ocorrido foi achado. Entretanto, essa é uma situação que demanda resposta. Algo aconteceu e precisamos cobrar para que não se repita novamente”, informou o parlamentar.

Para Alex de Madureira, essa é uma preocupação ambiental para pescadores e moradores de todas as cidades que integram a bacia PCJ. “A morte desses animais é um tema que envolve não só meio ambiente, mas também saúde e até mesmo o turismo regional. Nossa cidade deve ser vista como aquela da piracema. Assim como seu nome sugere, Piracicaba em tupi é o ‘lugar onde o peixe para’, mas faz isso se preparando para subir o mirante, se reproduzir e dar ainda mais vida ao rio”, completou em seu pronunciamento.

Read Previous

Arrastão da dengue acontece na região do bairro Novo Horizonte

Read Next

Deputada Bebel propõe na ALESP Projeto de Lei para ajudar no combate da discriminação sexual

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.