Cenários dos acidentes de trabalho em Piracicaba será dado neste Dia Mundial em Memória às Vítimas

Dirigentes do Instituto Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba) participam neste 28 de abril, “Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho”, de encontro que debaterá “Cenário dos Acidentes de Trabalho na região de Piracicaba”. O evento acontecerá das 14 às 16 horas, no anfiteatro do Cerest de Piracicaba, localizado na rua do Trabalho, 634, e será marcado por palestra enfocando “Cenários dos acidentes de trabalho na região de Piracicaba”, a ser proferida pelo técnico do Cerest, Alessandro José Nunes da Silva, e “Desafios e Perspectivas dos sindicatos nas ações de prevenção de acidentes e adoecimentos relacionados ao trabalho”, que terá como palestrante o professor da USP, Rodolfo Andrade de Gouveia Vilela.

O presidente do Conespi, Wagner da Silve, o Juca dos Metalúrgicos, diz que, apesar dos avanços, infelizmente o trabalhador continua se adoecendo no ambiente de trabalho e ainda há vítimas fatais de acidentes. “Isso demonstra que temos que continuar atento aos ambientes de trabalho e cobrando o cumprimento das normas de segurança pelas empresas e empoderando o trabalhador para que denuncie qualquer situação que possa colocar sua saúde e segurança em risco”, diz.

ORIGEM DA DATA — A explosão de uma mina nos Estados Unidos, em 28 de abril de 1969, que matou 78 trabalhadores marcou a data como o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes do Trabalho. Encampando essa luta, mas com foco na prevenção, a Organização Internacional do Trabalho instituiu em 2003 o 28 de abril como o “Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho”.

De acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que, desde 2003, adotou 28 de abril como “Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho”, ocorrem anualmente 270 milhões de acidentes de trabalho em todo o mundo. Aproximadamente 2,2 milhões deles resultam em mortes. No Brasil, segundo o relatório, são 1,3 milhão de casos, que têm como principais causas o descumprimento de normas básicas de proteção aos trabalhadores e más condições nos ambientes e processos de trabalho.

Justamente para marcar esta data, o Instituto Conespi promove anualmente eventos, como o que será realizado nesta quinta-feira, que inclusive será seguido de uma oficina para troca de ideias e capacitação de dirigentes sindicais para que possam atuar cada vez com maior propriedade em defesa de ambientes seguro de trabalho.

Read Previous

Conselho de Ética da Câmara do Rio notifica vereador Gabriel Monteiro

Read Next

Tático 10 prende homem por roubo e porte ilegal de arma de fogo na vila Rezende

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.