Vacinação contra gripe continua nas unidades de saúde

Adesão do público-alvo está baixa, com 26% da meta da Campanha

Em meio à pandemia de Covid-19, todo cuidado para manter a saúde a população é essencial. Nesse contexto, a Campanha de Vacinação contra Gripe (influenza/H1N1) ocorre no município para imunizar os públicos prioritários de acordo com o Ministério da Saúde. Porém, a adesão ainda está baixa, o que preocupa a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). De acordo com a Vigilância Epidemiológica (VE), até a última quarta-feira (19/05), passagem de dados mais recente, foram aplicadas 28.113 doses, o que representa apenas 26% da meta da Campanha, que é vacinar 90% – 106.778 – do público-alvo da 1ª e 2ª etapa (total de 118.643 pessoas).

Até o dia 12/05, passagem de dados anterior à atual, tinham sido aplicadas 15.850 doses de vacina contra gripe, que representa 14,8% da meta da Campanha, segundo a VE.

Para receber a vacina contra gripe, as pessoas pertencentes ao público-alvo devem procurar uma unidade de saúde (UBS, USF e CRABs) no período da manhã, das 8h às 12h, durante a semana nos dias úteis. Já podem ser vacinadas crianças maiores de 6 meses até menores de 6 anos, puérperas (mulheres até 45 dias depois do parto), gestantes, trabalhadores de saúde, idosos (pessoas com 60 anos ou mais) e professores das redes municipal e particular de todos os ciclos, tanto ensino básico quanto superior.

Na hora de tomar a vacina, é preciso apresentar a carteirinha de vacinação e um documento de identificação com foto. Não será necessário fazer agendamento prévio. Os professores precisam ainda comprovar vínculo ativo com a instituição de ensino em que atua, como holerite, carteira de trabalho, contrato de trabalho ou crachá.

“Em função do inverno e do tempo mais seco, os problemas respiratórios aumentam e isso sobrecarrega nosso sistema de saúde. Então pedimos a colaboração das pessoas que já estão contempladas na Campanha para que compareçam a uma unidade de saúde no período da manhã para receber a vacina contra a gripe”, enfatiza o prefeito Luciano Almeida.

A vacina aplicada na campanha protege contra três tipos do vírus influenza, o vírus causador da gripe (A/Victoria/2570/2018 (H1N1)pdm09; A/Hong Kong/2671/2019 (H3N2); e B/Washington/02/2019 (linhagem B/Victoria)).

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta