Semdettur e Casa da Floresta lançam projeto Circuito Monte Alegre

Semdettur e Casa da Floresta lançam projeto Circuito Monte Alegre



Serão implantadas 12 placas de sinalização com informações sobre trânsito, biodiversidade e história do bairro


A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Semdettur), em parceria com a empresa Casa da Floresta, Oji Papéis Especiais e Esalq, fizeram o lançamento da primeira etapa do projeto Circuito Monte Alegre, que será implantado no bairro de mesmo nome. O objetivo é criar uma comunicação assertiva direcionada aos motoristas na principal avenida do Monte Alegre, onde serão implantadas 12 placas de sinalização com layout diferenciado, que além do trânsito, apresentarão informações sobre a fauna, flora e história do bairro. O projeto contará com o apoio da Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema) e da Secretaria de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes (Semuttran).

Segundo José Luís Guidotti Jr., secretário da Semdettur, o bairro que abrigava uma usina e comunidade local pequena, nos últimos anos ganhou novos moradores com a expansão imobiliária, além de um centro gastronômico turístico e de eventos, o que demandou novas propostas de urbanização e adequação da mobilidade. “Nessa primeira etapa o projeto concebido pela Casa da Floresta e apoiado pela Prefeitura tem como objetivo realizar uma comunicação assertiva por meio de uma sinalização diferenciada, bonita, comunicativa e organizada”. frisou Guidotti Jr.

Layout das placas: A primeira fase do projeto, patrocinada pela Oji Papéis Especiais, contempla a instalação de 12 placas de sinalização com projeto artístico desenvolvido pelo artista e pesquisador Camilo Riani. Essas obras de arte apresentam animais silvestres como capivaras, gambás, tatus, quatis e ouriços que são comumente avistados no bairro. As placas trazem a leitura do artista para a fauna regional, que nas vias de acesso ao bairro são alvos de atropelamentos dada a intensificação do movimento no local. As placas serão instaladas em pontos estratégicos, próximos aos locais de maior ocorrência de atropelamentos, visando alertar os motoristas.

Concepção do projeto: Instalada no bairro Monte Alegre desde 2005, a Casa da Floresta, empresa que atua com sustentabilidade e projetos socioambientais, acompanha o desenvolvimento do bairro e sentiu a necessidade de propor ações que trabalhem importantes questões sociais e ambientais associadas à mudança.

Dentro deste contexto, foi concebido o Circuito Monte Alegre, que tem como objetivos trazer segurança aos motoristas, pedestres e ciclistas da avenida Comendador Pedro Morganti, que dá acesso ao bairro a partir do centro da cidade, além de propor vivência de arte, história e biodiversidade aos usuários. “Além disso, o projeto visa promover a conservação ambiental ao longo de toda avenida, protegendo a fauna local e valorizando a história e os atrativos turísticos do bairro”, comenta Klaus Duarte Barretto, diretor da Casa da Floresta.
O projeto tem parceria pública e privada, com investimentos realizados pela Casa da Floresta e Oji Papéis Especiais, e está aberto a novas parcerias e apoios de empresas do município para consolidar as próximas etapas que contemplarão a instalação de painel artístico “muroarte”, projeto paisagístico, incluindo a implantação de mobiliário urbano e a remodelação viária da avenida.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta