Semae vai contratar empresa para realizar auditoria interna

Semae vai contratar empresa para realizar auditoria interna

Autarquia, responsável pela captação, tratamento, reservação e distribuição de água em Piracicaba, completa 52 anos amanhã, 30/04

O Semae realiza processo para contratação de empresa que fará auditoria na autarquia municipal, que é responsável pela captação, tratamento, reservação e distribuição de água em Piracicaba. O objetivo é analisar as finanças e o contrato de PPP (parceria público-privada) que a autarquia tem com a empresa Mirante, responsável pela coleta e tratamento de esgoto do município desde 2012. Fundado em 30/04/1969, por meio da Lei Municipal 1657/69, amanhã, o Semae completa 52 anos de serviços prestados à população.

Mauricio André Marques de Oliveira, presidente da autarquia na atual gestão (2021-2024), reforça que tem buscado recursos financeiros (nacionais e internacionais), com objetivo de resgatar a boa imagem, assim como, a excelência na prestação dos serviços do Semae.

“Temos trabalhado arduamente desde a posse, em janeiro. Entre tantas emergências encontradas, priorizamos a contratação para realização de auditoria na autarquia. Fizemos contatos com algumas consultorias especializadas e já avançamos para a formalização da proposta. Assim que oficializada, imediatamente formalizaremos o processo administrativo de contratação, o qual é necessário para atender as disposições da Lei de Licitação”, declarou o presidente.

PRESENTE E FUTURO – Dentre os projetos previstos da nova gestão, estão as implantações de novas adutoras, são elas: 2ª etapa da adutora Marechal – Pauliceia, que após a conclusão estima-se um aumento na vazão de aproximadamente 70 litros por segundo; adutora Capim Fino – Torre de TV, execução de 1.400 metros de extensão e aumento de 137 l/s; adutora Dóis Córregos – Cecap, cerca de 4.200 metros; adutora Capim Fino- Santa Terezinha aproximadamente 4.150 metros; adutora Torre de TV- Unileste, em torno de 9.000 metros de extensão.

Para assegurar o abastecimento, pretende-se construir novos reservatórios, um localizado na rua Marechal Deodoro, com total de 5 milhões de litros, a fim de substituir o existente e de eliminar perdas por vazamento. Outros dois reservatórios estão previstos para a região Torre de TV, sendo cada um com capacidade de 3 milhões de litros.                De acordo com o presidente do Semae, está em fase final de recebimento de propostas a contratação de empresa para renovar toda a estrutura organizacional e operacional, bem como reformular o organograma do Semae. Também serão adquiridos aplicativos para celulares e computadores com a finalidade de proporcionar mais um meio de comunicação entre usuário e Semae.

O SEMAE EM NÚMEROS

  • 52 anos
  • 22 ex-presidentes
  • Orçamento estimado: R$ 242.129.000,00
  • 505 servidores
  • 1.723 km de rede de água
  • 1.362 km de rede de esgoto
  • 179 mil ligações de água
  • 172 mil ligações de esgoto
  • 4 estações de tratamento de água
  • 1.362 km de rede de esgoto
  • 24 horas de funcionamento
  • 7 dias por semana de funcionamento

HISTÓRIA – Em 1952, o serviço de água e esgoto passou a ser de responsabilidade da Prefeitura, por meio do Departamento de Águas e Esgotos, uma unidade da Secretaria Municipal de Obras. Com o crescimento da cidade, foi necessária a criação da autarquia.

A primeira Estação de Captação e Bombeamento de água da cidade, construída em 1887, está localizada na avenida Beira Rio e hoje, desativada, deu lugar ao Museu da Água.

Elaborada pelo prefeito Salgot Castillon e aprovada pela Câmara de Vereadores em 30 de abril de 1969, a lei foi criada para dar autonomia aos serviços de água e esgoto na cidade. O Semae não possuía estrutura, dinheiro, máquinas e nem equipamentos para realizar os serviços, por isso, os funcionários andavam de carrocinhas de madeira, empurradas à mão pela equipe de manutenção.

Nove anos depois (1978), o Semae construiu uma pequena represa, a ETE Ártemis, três reservatórios e uma casa de máquinas. Em outubro, a sede foi transferida para a rua XV de Novembro, 2.200, onde funciona até hoje.

Em 1982, com a inauguração da ETA Capim Fino, novas perspectivas foram abertas para o município.

Em 1989, foi elaborado um Plano Diretor de água, que gerou as diretrizes e projetos básicos para o desenvolvimento do sistema de água.

Desde então realizou diversas obras, ampliando a distribuição de água no município.

Em 2012, realizou uma Parceria Público-Privada por 30 anos. A empresa vencedora da licitação foi a concessionária Mirante, que desde então é a responsável pelo sistema de esgotamento sanitário do município.

O primeiro presidente do Semae foi Paulo Geraldo Serra e, atualmente, é o engenheiro mecânico Maurício André Marques de Oliveira.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta