Prefeitura inicia obra do anexo da UPA Piracicamirim

Prefeitura inicia obra do anexo da UPA Piracicamirim

Construção modular vai oferecer 42 novos leitos para pacientes Covid-19

A Prefeitura iniciou hoje, terça-feira, 22/06, as obras para construção do anexo à UPA Piracicamirim que terá 42 novos leitos para pacientes Covid-19. Com a publicação da ordem de serviço pela Secretaria de Obras, a empresa Cesar Container Eirelli tem prazo de 60 dias para conclusão da obra que vai custar R$ 5.350.692,61 e seguirá o padrão de construção modular.

A importância da construção do anexo foi ressaltada pelo prefeito Luciano Almeida. “Seguimos vivendo um momento difícil de combate à doença no município, com mais de 1.100 vidas perdidas para a Covid-19. Desde que começamos nossa gestão estamos trabalhando para ampliar atendimento e disponibilizar mais vagas aos pacientes com Covid-19. Com estas novas vagas de UTI e enfermaria vamos dar um alento para os pacientes e seus familiares. A nossa luta não para e vamos seguir fortes no combate à Covid-19”, reforçou Luciano.

Para o secretário de Obras, Paulo Sérgio Ferreira da Silva, apesar do prazo de 60 dias, a expectativa é que a obra seja entregue antes do prazo estabelecido. “Por se tratar de uma construção modular, método considerado uma ‘solução inteligente’ na arquitetura e engenharia para elaboração de projetos e construção de hospitais, escolas e residências de forma personalizada e ágil”, afirma.

De acordo com Filemon Silvano, secretário de Saúde, futuramente, com a volta da UPA Piracicamirim no atendimento de urgência e emergência, após o fim da pandemia, o anexo será reformulado. “Com o fim da pandemia vamos reavaliar a demanda de atendimento na UPA. Devido à construção modular, o anexo pode servir para novos leitos de internação, salas de consulta, ter novas alas para exames diversos, sala de sutura e medicação, por exemplo. A intenção é que a unidade seja referência em qualidade no atendimento no município”.

CONSTRUÇÃO – A construção modular é composta de uma ou mais partes, chamadas de módulos. Neste sistema, os módulos são pré-fabricados na indústria e levados ao local de aplicação, onde ocorre a montagem final. As estruturas podem ser utilizadas com ou sem outros modelos de paredes interiores, tornando possível ajustar a utilização à evolução das necessidades do projeto, ou seja, no caso de um hospital, ampliando ou reduzindo seu espaço de atendimento.

RAIO-X — Atualmente, a UPA Piracicamirim tem 1.500m² de área construída. O terreno vizinho à UPA, com cerca de 1.000 m², localizado na rua Mato Grosso, entre a rua Rio Grande do Norte e av. Dois Córregos, vai receber as obras do anexo em 600m² de área construída. Neste novo espaço serão 42 novos leitos, distribuídos em sete quartos coletivos e dois de isolamento – todos equipados com acessibilidade -, além de três postos de enfermagem, uma farmácia, almoxarifado e sala de diluição, banheiros para população e servidores (incluindo PcD), copa para funcionários, dois depósitos de materiais e sala de utilidades.Ocultar histórico de mensagensJA

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta