Piracicaba pode receber estudos da ButanVac


Primeira vacina fabricada no Brasil contra a Covid-19 pode ter como parte dos estudos moradores de Piracicaba

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria de Saúde, anuncia que informou ao Instituto Butantan (IB) seu interesse em participar dos ensaios clínicos da ButanVac, nova vacina contra a Covid-19 que será inteiramente produzida com insumos nacionais. O anúncio decorre após visita realizada na manhã de hoje (24/09) pelas representantes do Instituto Butantan, Renata Giacon e Patricia Bastos, coordenadoras de Projetos do IB, ao secretário de Saúde, Filemon Silvano. Também participou do encontro o coordenador de Vigilância em Saúde de Piracicaba, Moisés Taglietta.

Caso a articulação seja bem-sucedida, os moradores e moradoras de Piracicaba poderão se voluntariar para participar da pesquisa sobre a candidata a vacina contra a Covid-19 do Butantan, que será inteiramente produzida no Brasil.

Para se voluntariar para os ensaios clínicos da ButanVac, caso seja aprovada, a pessoa deve ter mais de 18 anos, não ter sido infectado com a Covid-19, não ter se vacinado contra a doença (SARS-CoV-2), não ser alérgica a ovos e frango. Também não pode estar grávida ou ser lactante.

Para Filemon Silvano, a parceria mostra que Piracicaba segue na vanguarda nos assuntos sobre Saúde. “Temos a oportunidade de colocar nossa cidade no circuito científico e de produção de estudos de grande relevância nacional e internacional. Aguardamos ansiosos a avaliação do centro de pesquisas do Butantan e esperamos contar com esta importante ação de combate à Covid-19”, disse.

A Secretaria de Saúde informa que todos os voluntários selecionados para a pesquisa serão vacinados contra o SARS-CoV-2, seja com ButanVac, seja com CoronaVac, imunizante contra a Covid-19 já em uso no Brasil.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta