Aprovado pelos participantes, 1º Caipirandando reúne 40 pessoas

Aprovado pelos participantes, 1º Caipirandando reúne 40 pessoas

Atividade aconteceu no sábado, 20/11, e contou com percurso de 17 km de caminhada

Com a participação de cerca de 40 pessoas, foi realizado no sábado, 20/11, o 1º Caipirandando, evento de caminhada e pedal promovido pela Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam). A primeira edição teve um percurso de 17 km de caminhada, com a saída do Engenho Central, intervalo para descanso na Igreja do Pau D’Alhinho e o balneário de Ártemis como destino final. A iniciativa contou com o apoio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes (Semuttran) e da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Sema).

A atividade começou logo pela manhã, às 6h15, com o aquecimento comandado pela professora Cláudia Zubaram. A primeira metade do trajeto seguiu pela estrada do Pau D’Alhinho, com uma pausa de aproximadamente 30 minutos para hidratação. Na sequência, foram mais 9 km de caminhada rumo a Artemis, onde os participantes foram recepcionados com a feira de artesanato e barracas de cuscuz, pastel e churros. O percurso foi acompanhado pela coordenadora do Programa de Atividades Motoras da Selam, Mônica Graner, e pelo chefe do Setor de Eventos da Pasta, Alexandre Nascimento.

Entre os participantes, a avaliação foi positiva. A advogada Regina Vivo destacou o bom ambiente no grupo. “Adorei participar do Caipirandando, vou participar de todos, inclusive os de pedal. Achei a atividade muito bacana, as pessoas que participaram são muito legais e formamos um grupo muito unido e bem organizado. Gostei muito”, disse a advogada, que deixou uma sugestão para a próxima edição: um itinerário cada vez mais traçado por terra. “De qualquer forma, amei a iniciativa e espero que todo mês a gente possa participar”, completou.

Já o aposentado Nelson Provenzano afirmou que participar de uma caminhada de 17 km rumo a Artemis foi uma experiência inesquecível. “Foi inesquecível não apenas pelo desafio físico, mas também pelo mental e social. Pude encontrar pessoas de mais idade e de menos idade, todos com o mesmo objetivo”, falou Provenzano, que é assíduo nas atividades da Selam – ele participa das aulas de vôlei adaptado, quimbol e ainda faz musculação no Estádio Municipal Barão da Serra Negra. “O trabalho realizado pela secretaria é fantástico, merece toda nossa gratidão e não pode parar”, finalizou.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta