Estudantes da rede estadual terão aulas eletivas relacionadas ao setor de viagens e turismo a partir do segundo semestre

Parceria entre as Secretarias da Educação e de Turismo e Viagens deve beneficiar alunos do ensino médio e dos anos finais do ensino fundamental

Estudantes da rede estadual terão aulas eletivas relacionadas ao setor de viagens e turismo a partir do segundo semestre

Parceria entre as Secretarias da Educação e de Turismo e Viagens deve beneficiar alunos do ensino médio e dos anos finais do ensino fundamental

O Governador João Doria anunciou nesta terça-feira (25) uma parceria entre as Secretarias da Educação e de Turismo e Viagens para oferta de disciplinas eletivas sobre o setor de viagens e turismo. A aulas devem ocorrer a partir do segundo semestre para estudantes do ensino médio e dos anos finais (6º ao 9º) do ensino fundamental da rede pública estadual.

A iniciativa tem como objetivo aliar educação à inovação e ao empreendedorismo, apresentando o turismo e seus diversos segmentos como fator de desenvolvimento pessoal e profissional.

“Entre outros temas, vamos abordar pontos relacionados à consciência ambiental, economia verde solidária e criativa, classificação de diferentes atrativos, além de promover games e desafios”, explicou Rossieli Soares, Secretário da Educação.

Por meio do Programa Inova Educação, serão oferecidas atividades educativas para o desenvolvimento intelectual, emocional, social e cultural dos estudantes, com disciplinas eletivas, projeto de vida e de tecnologia e inovação. A Seduc alinhou três grupos de eletivas: Expresso Turístico para alunos do 6° e 7° ano, Turismo de Natureza e Aventura para 8° e 9° ano, e Redes Turísticas para o ensino médio.

“Como fenômeno social e econômico, o turismo tem grande capacidade de geração de empregos, sendo uma oportunidade para os jovens que em breve estarão no mercado de trabalho”, afirmou Vinicius Lummertz, Secretário de Turismo e Viagens.

As Secretarias de Turismo e Viagens e da Educação trabalham em sinergia desde o início da atual gestão. No ano passado, anunciaram a divisão das férias escolares em quatro períodos ao longo do ano – uma semana em abril e outra em outubro, além das tradicionais paradas de julho e em dezembro e janeiro. Essa divisão permitiria opções para as viagens, diminuindo a sazonalidade, sem prejudicar o desenvolvimento pedagógico. Com a pandemia, a implantação da iniciativa vem passando por adaptações.

Recursos para municípios turísticos

O Governador também autorizou a assinatura de convênios com 140 Municípios de Interesse Turístico (MITs) no valor de R$ 50,4 milhões. Os recursos serão utilizados para obras e melhorias de infraestrutura das cidades.

“Hoje estamos iniciando esse processo numa retomada muito importante dos valores do turismo, confiantes que gradualmente poderemos retomar as atividades econômicas de forma segura, respeitando os protocolos, a vida e a saúde. É fundamental termos sempre o sentimento de que sem pessoas, não há economia”, afirmou o Governador.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta