Crea-SP busca parceiros para Clube de Vantagens

Foto: Divulgação

Iniciativa abre oportunidade para empresas de segmentos diversos oferecerem produtos e serviços com descontos para mais de 400 mil pessoas

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) está em busca de parceiros nos segmentos de educação, saúde, lazer e bem-estar. O objetivo é abrir o ecossistema de mais de 400 mil pessoas que compõem a entidade – entre profissionais registrados e colaboradores – para a oferta de produtos e serviços com descontos a partir de 15% em um Clube de Vantagens exclusivo.
 

Podem participar pessoas jurídicas e profissionais liberais que atuam com escolas de idiomas, instituições de ensino, seguradoras, administradoras de planos de saúde, drogarias, farmácias, agências de viagens, hotéis, pousadas, clínicas, laboratórios, academias, salões de beleza, barbearias, lojas, óticas, restaurantes, locadoras e concessionárias de veículos, oficinas automotivas, agências de emprego e muito mais.
 

“A iniciativa reforça o compromisso do Crea-SP em buscar, cada vez mais, a valorização profissional e a satisfação pessoal de nossos diferentes públicos, além de fortalecer nossos parceiros, abrindo as portas do nosso ecossistema para que expandam seus negócios”, explica o presidente do Crea-SP, Eng. Vinicius Marchese.
 

As propostas podem ser enviadas de duas formas: por meio de preenchimento de formulário disponível no site do Conselho ou pelo e-mail chamamentopublico@creasp.org.br. Os termos de credenciamentos terão vigência, a partir da data da assinatura dos mesmos, até o dia 31 de dezembro de 2026.

Sobre o Crea-SP – Instalada há 87 anos, a autarquia federal é responsável pela fiscalização, controle, orientação e aprimoramento do exercício e das atividades profissionais nas áreas da Engenharia, Agronomia e Geociências. O Crea-SP está presente nos 645 municípios do Estado, conta com cerca de 350 mil profissionais registrados e 95 mil empresas registradas.

Read Previous

Pesquisa de Páscoa 2022

Read Next

Deputada Bebel orienta professores a não aderirem à nova carreira e diz que luta pelos 33,24% continua

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.