Moradores pedem a retomada da coleta de podas de árvores pela Prefeitura de Águas de São Pedro

Moradores pedem a retomada da coleta de podas de árvores pela Prefeitura de Águas de São Pedro

Após a publicação de um decreto que estabelece novas regras para a coleta de lixo e descarte de resíduos provenientes de jardinagem, poda de árvore e congêneres em terrenos particulares ou mesmo em calçadas que antes eram retirados pela Prefeitura de  Águas de São Pedro e com o novo Decreto deve ser levado pelo proprietário ou morador do imóvel ao Ecoponto.

Com essa nova medida um grupo de moradores descontentes com a suspensão de recolhimento de podas de árvores pela Prefeitura de Águas de São Pedro está reclamando da situação e pedindo a retomada do serviço. O morador Adaíde Pereira dos Santos, que é chamado de Ataíde, diz que a Prefeitura inclusive anunciou a suspensão do serviço, o que irá prejudicar boa parte da população, uma vez que a maior parte das residências de Águas conta com farta arborização, que requer poda constante.

Além de anunciar a suspensão da retirada de podas de árvores e de galhos, como de coqueiros, a Prefeitura anunciou que também passará a multar os proprietários de imóveis que não fizerem o devido recolhimento dos galhos podados.

“A grama a gente sempre cortou e colocou em sacos, que eram recolhidos pela Prefeitura, mas os galhos não tem como. Tanto que a Prefeitura conta com equipamentos apropriados, como trator, caminhão e triturador de galhos para realizar esse serviço. O prefeito foi eleito para trabalhar cada vez melhor para a cidade e não deixar de trabalhar.  Ao invés da Prefeitura melhorar o serviço, está piorando”, diz o morador.

O movimento foi criado para pressionar a administração municipal a rever a decisão, segundo Ataíde. “Hoje, só tem um vereador na oposição, que é o Nelinho Noronha (PT), e se não nos mobilizarmos, com certeza, não vamos conseguir reverter esta situação que é prejudicial para a maioria dos moradores que tem dificuldades para levar o material até o Ecoponto e serão obrigados a depositar os galhos das podas de árvores em seus quintais. Isso vai fazer com que passemos a ter uma cidade suja e aparência de abandonada”, reclama.

Com essa nova medida um grupo de moradores descontentes com a suspensão de recolhimento de podas de árvores pela Prefeitura de Águas de São Pedro está reclamando da situação e pedindo a retomada do serviço. O morador Adaíde Pereira dos Santos, que é chamado de Ataíde, diz que a Prefeitura inclusive anunciou a suspensão do serviço, o que irá prejudicar boa parte da população, uma vez que a maior parte das residências de Águas conta com farta arborização, que requer poda constante.

Além de anunciar a suspensão da retirada de podas de árvores e de galhos, como de coqueiros, a Prefeitura anunciou que também passará a multar os proprietários de imóveis que não fizerem o devido recolhimento dos galhos podados.

“A grama a gente sempre cortou e colocou em sacos, que eram recolhidos pela Prefeitura, mas os galhos não tem como. Tanto que a Prefeitura conta com equipamentos apropriados, como trator, caminhão e triturador de galhos para realizar esse serviço. O prefeito foi eleito para trabalhar cada vez melhor para a cidade e não deixar de trabalhar.  Ao invés da Prefeitura melhorar o serviço, está piorando”, diz o morador.

O movimento foi criado para pressionar a administração municipal a rever a decisão, segundo Ataíde. “Hoje, só tem um vereador na oposição, que é o Nelinho Noronha (PT), e se não nos mobilizarmos, com certeza, não vamos conseguir reverter esta situação que é prejudicial para a maioria dos moradores que tem dificuldades para levar o material até o Ecoponto e serão obrigados a depositar os galhos das podas de árvores em seus quintais. Isso vai fazer com que passemos a ter uma cidade suja e aparência de abandonada”, reclama.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta