Esporte amador: Como se preparar para essa prática?

Esporte amador: Como se preparar para essa prática?

O fisioterapeuta especialista na área esportiva dá dica para quem pensa em se aventurar na São Silvestre

atividade física, como correr, pedalar, nadar ou se exercitar pelo menos 3 vezes na semana durante 30 minutos já são definidas como atletas amadores. E apesar de parecer pouco, é preciso ter cuidados específicos neste período para conquistar os benefícios de se manter ativo.

Se os exercícios forem realizados de qualquer maneira, sem o calçado adequado ou o mínimo de conhecimento corporal, é comum que aconteçam lesões. “Para aqueles que estão começando a praticar esportes, de forma amadora, sempre dou algumas dicas que acho essenciais nesse começo. Iniciar com moderação e aumentar a intensidade e o ritmo, aos poucos, fazer alongamento e alternar exercício aeróbico com fortalecimento muscular” – garante o fisioterapeuta e diretor clínico do ITC Vertebral de Guarulhos, Bernardo Sampaio.

Ainda segundo o fisioterapeuta, a rotina de exercícios físicos não deve ser iniciada ou retomada sem um acompanhamento ou avaliação específica, como o APP (Avaliação Pré- Participação), realizada por um médico do esporte, fisioterapeuta ou cardiologista, com exames clínicos e periódicos.

Com o passar do tempo, o gosto pelo esporte vai aumentando e muitos desses atletas amadores se aventuram em competições. Uma das mais conhecidas é a São Silvestre, que ocorre todo ano, no dia 31 de dezembro, na cidade de São Paulo. “Embora muitos atletas de fim de semana pensem na São Silvestre como uma forma de superação, uma meta e muitas das vezes como uma promessa, é preciso estar ciente e totalmente preparado para enfrentar todo o percurso. Já que pode ser perigoso competir despreparado e essa prática pode causar danos na coluna, quadril e joelhos”, explica o fisioterapeuta.

Abaixo, Bernardo traz algumas dicas para se preparar, seja para a São Silvestre ou qualquer outra competição. Veja:

– Cuide da saúde corporal: Respeite os seus limites, faça exames clínicos com frequência, alimente-se e durma bem. Estes dois hábitos fazem toda a diferença.

– Atente- se às dores: O corpo nos mostra sinais, dores na sola do pé, nos joelhos, quadris e na coluna significam que alguma coisa não está funcionando muito bem. A dor deve ser respeitada durante todo o percurso.

– Saiba a hora de diminuir o passo: É muito importante ao longo da competição que cada atleta reconheça o seu limite e se necessário alterne entre corrida e caminhada e preste atenção na respiração, o ideal é não esperar sentir a falta de ar para diminuir o passo.

– Cuide dos pés e tornozelos: Crie o hábito de realizar exercícios de alongamento e fortalecimento para a musculatura dessas áreas. Durante a competição, principalmente nas subidas, essas articulações são intensamente solicitadas.

Como última dica, Bernardo explica que ao sentir dores constantes, mesmo que sejam moderadas, procure imediatamente um profissional. “Lesões recorrentes não tratadas são a maior causa de abandono da atividade física” – finaliza.

Para saber mais sobre tratamentos, dores, dicas, acesse o site do ITC Vertebral de Guarulhos e fique por dentro. www.itcvertebral.com.br

Bernardo Sampaio:  Fisioterapeuta pela PUC-Campinas (Crefito: 125.811-F), diretor clínico do ITC Vertebral e do Instituto Trata, unidades de Guarulhos, Bernardo Sampaio é também professor do curso de pós-graduação em fisioterapia traumato-ortopédica do Instituto Imparare e do curso de fisioterapia do Centro Universitário ENIAC (Guarulhos) e também leciona como convidado nos cursos de pós-graduação na Santa Casa de São Paulo. Possui experiência em fisioterapia ortopédica, traumatologia e esporte; e especialização em fisioterapia músculo esquelética, aprimoramento em membro superior e oncologia ortopédica pela Santa Casa de São Paulo. Mestrando em ciências da saúde pela faculdade de ciências médicas da santa casa de são Paulo. Saiba mais em: www.institutotrata.com.br  e www.itcvertebral.com.br

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta