Oji Papéis apresenta novo prédio e maquinário com tecnologia inovadora

Oji Papéis apresenta novo prédio e maquinário com tecnologia inovadora

O projeto de expansão começou em 2019; capacidade produtiva da empresa vai passar de 80 para 150 mil toneladas por ano

A Oji Papéis Especiais apresentou hoje, 21/12, em evento que contou com a presença da imprensa e colaboradores, o seu novo prédio e maquinário com tecnologia inovadora, melhorias que equivalem a um investimento de R$ 550 milhões e que vão influenciar a sua capacidade produtiva de papel térmico, passando de 80 para 150 mil toneladas por ano. O anúncio foi feito na sede da empresa localizada no bairro Monte Alegre, pelo presidente da Oji Papéis, Agostinho Monserroco Jr, pelo diretor da Oji Imaging Media, Masatoshi Fujino, e pelo diretor industrial Giovani Varella, com a presença do prefeito Luciano Almeida e secretários municipais.


O projeto de expansão teve início em 2019 e culminou agora na ampliação do espaço fabril em 6,8 mil metros quadrados, além da renovação de novas máquinas de fundamental importância no processo produtivo. O valor do investimento – R$ 550 milhões – é o maior da Oji Holdings Corporation no Brasil desde a aquisição da fábrica em 2011.


Segundo o prefeito Luciano Almeida, o investimento dessa magnitude realizado pela Oji Papéis Especiais marca um ato de coragem da empresa em um momento caracterizado pela pandemia do Coronavírus, quando o mercado financeiro mundial estava caracterizado por inúmeras incertezas.


Luciano lembrou que, com a construção do novo prédio e modernização do maquinário, a Oji Papéis vai sair na frente dos concorrentes neste momento em que ele acredita ser de retomada econômica. “São nos períodos de crise que a gente se prepara para grandes investimentos. A coragem agora será recompensada. Só posso agradecer a Oji Papéis por acreditar em Piracicaba”, frisou.


José Luiz Guidotti Jr., secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Semdettur), ressaltou que a atual Administração teve um papel importante neste processo, oferecendo todo o apoio institucional e técnico para as aprovações pertinentes no decorrer do projeto de expansão. “A Oji Papéis é motivo de orgulho para Piracicaba. Um modelo de responsabilidade social, ambiental e de governança”, destacou.

1.200 ENVOLVIDOS – Agostinho Monserroco Júnior lembra que as obras na unidade de Piracicaba demoraram 2 anos até a conclusão e que a empresa chegou a ter até 1200 pessoas envolvidas neste processo. “Construímos uma nova fábrica dentro da fábrica e tivemos que lidar com isso bem em meio a pandemia, cuidando da segurança de todos durante a expansão, comentou.


Ele informou ainda que toda a ampliação foi baseada nos pilares que norteiam a Oji Papéis, focada tanto em competitividade quanto em sustentabilidade do negócio de acordo com a missão (entregar soluções especiais com inovação tecnológica) e a visão (aumentar o resultado por meio do crescimento do papel térmico).

COATER PC4 – Com início do funcionamento previsto para o começo de 2022, a máquina que faz uso de tecnologia de ponta está focada no revestimento de papel térmico, com uma nova tecnologia de aplicação sem contato, conhecida como aplicador de cortina, que faz uso de uma menor quantidade de tinta, o que possibilita uma melhor qualidade de impressão. Entre as melhorias obtidas por meio da máquina estão a eficiência energética, menor consumo específico, menor emissão de gases e maior nível de automação.

Texto: Maurício Cantoni

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta