Vereadores apresentam denúncia ao MP de possíveis irregularidades cometidas pelo Prefeito René Blumer de Torrinha

Foto: Divulgação

Nesta semana, os vereadores, José Soares, Marcos Antonio Della Coletta, Silvia Andrea Manzato, Marcos Danilo Celin, Edson Marcelo Cassola, Evaldo Spigolon, Samy Rogério Liziero, Ari Rodolfo Buzato e Fabiano Redondo Costa, ingressaram com uma representação na Promotoria de Justiça de Brotas contra o prefeito Rene Blumer (PL) de Torrinha, pedindo a apuração de possíveis irregularidades em contratação de empresa para a realização de enfeites natalinos, feito pela prefeitura.

Já o vereador Marquinhos Celim (PSC) fez um documento a parte, pedindo que os fatos sejam apurados.

Os vereadores destacam na denúncia que no dia 02 de março deste ano, Reinaldo Gilberto Redondo Caputti, Assessor de Gestão do Prefeito de Torrinha, René José Blumer, utilizou a Tribuna Livre (espaço reservado aos cidadãos), durante a 03ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal qundo fez gravíssimas denúncias de que o Chefe do Executivo Municipal recebeu vantagens de empresa contratada para prestar serviços à Municipalidade de Torrinha, relatando que o prefeito supostamente privilegiou a empresa MAB & Entretenimento Ltda, CNPJ nº 43.824.571/0001-53, com sede na Cidade de Cotia/SP, contratada pela Prefeitura de Torrinha pelo valor de R$ 49.890,00 (quarenta e nove mil, oitocentos e noventa reais), para realização de decoração natalina no ano de 2021.

Segundo o denunciante, o prefeito torrinhense teria recebido charutos cubanos e vinhos caros no dia 03 de novembro de 2021, quando recebeu o empresário Marcio Fernando Granados (um dos diretores/dono da mencionada empresa) na Cidade de Torrinha.

Além disso, o denunciante disse, que ele mesmo foi convidado para um jantar em uma pousada, porém não aceitou o convite, indo para sua residência. No entanto, sustentou que participaram de tal jantar o Prefeito, o empresário Marcio e a esposa do Prefeito, e que após isso, tendo em vista que Reinaldo é vizinho do Prefeito, viu que o empresário dormiu na casa do mesmo e saiu apenas no outro dia após o almoço.

Os parlamentares diante dos fatos narrados e dos “prints” das conversas entre o prefeito e o denunciante, via WhatsApp, publicadas nas redes sociais pelo servidor e também protocolizadas na Câmara Municipal, pedem a apuração dos graves fatos, por entenderem caracterizar infração político-administrativa, além de improbidade administrativa.

Entre os diversos pontos, eles destacam que chama a atenção que nenhuma das empresas licitantes pertence ao Município de Torrinha, ou seja, participaram do certame empresas da cidade de São Paulo capital e de Cotia/SP, não havendo participação de empresa local e que duas empresas nunca sequer contrataram com o Poder Público.

Em extenso documento, eles pedem que os diversos fatos narrados sejam apurados, pedindo ainda que os envolvidos sejam ouvidos e tenham direito à ampla defesa.

Eles pedem ainda a Notificação da concessionária EIXO/SP, para fornecimento de cópias das gravações das câmeras de segurança existentes na rodovia SP/197, para apurar o trajeto percorrido pelo veículo da parte, bem como do carro oficial utilizado pelo Prefeito, placa – 001; Notificação do Banco Bradesco, agência 191, para fornecimento das gravações das câmeras de segurança, para constatar que de fato os veículos das partes, passaram na Rua São José, conforme relatado pelo Vereador Fabiano Redondo Costa; realização de perícia técnica especializada nos computadores do Departamento Municipal de Licitação, para averiguar se possível as origens dos orçamentos recebidos referentes a CARTA CONVITE 07/2021, encaminhados para o e-mail licitacao2@torrinha.sp.gov.br; e que seja determinada a quebra do sigilo dos dados telefônicos dos envolvidos. “Como vereadores temos a obrigação de buscar a veracidade quanto aos fatos narrados pelo ex assessor do prefeito, pois essa é uma das se não a principal função do vereador que é de fiscalizar a aplicação e os gastos do dinheiro público”, disseram.

Read Previous

Crea-SP realiza força-tarefa de fiscalização a região de Piracicaba 

Read Next

Cléber Gaúcho e Douglas Pimenta comentam volta ao XV de Piracicaba

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.