Integrantes fazem a 3º Visitação do Projeto Capelas Rurais de Torrinha

Integrantes fazem a 3º Visitação do Projeto Capelas Rurais de Torrinha

Nesta segunda-feira, dia 19, em sua terceira jornada de visitações, integrantes do Projeto das Capelas Rurais de Torrinha visitaram mais uma vez o bairro rural do Paraíso, onde passou por dois lugares incríveis.

O objetivo do departamento de Turismo & Cultura é a reedição do livro escrito nos anos 2000 pela professora Kátia Buzato com a colaboração dos alunos.

O primeiro local visitado pela professora Kátia e a diretora de Turismo & Cultura, Ana Maria Polizel, foi a Capelas Nossa Sra. das Graças da Medalha Milagrosa, que na verdade, já está localizada no município de São Pedro, porém, parte da Fazenda Conceição ainda pertence a Torrinha. Como a capela esteve na primeira edição, estará na segunda.

A capela, aliás, passou por grandes melhorias de lá pra cá.

As galerias foram reformadas e a parte externa pintada sem perder sua característica original datada de 1903.

Na sequência da visitação, o guia foi ninguém menos que o querido Padre Nilton Marques, que conduziu a visitação e explicou minuciosamente os detalhes de cada uma das quatro capelas existentes no Mosteiro Agromonges, conhecido como Mosteiro do Paraíso.

A primeira delas, Capela São José, completou em 19 de março, 100 anos de existência.

Além dela há ainda a Capela do Santo Sepulcro, a mais jovem, com cerca de 2 anos, que remonta ao sepultamento de Jesus ates da ressurreição.

A Capela da Videira, ou do Encontro, a mais antiga desde a formação do Mosteiro e por fim, uma das mais famosas, a Capela da Figueira, onde são realizados diversos casamentos e um dos eventos mais tradicionais, a Missa Cio da Terra.

Depois de muita história, o Padre Nilton presenteou a professora com o livro do centenário da Capela.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta