agosto 8, 2022

Feira de artesanato reúne arte, cultura e gastronomia no Boulevard Anna Hermelinda Baltieri Azzine em São Pedro

Feira de artesanato reúne arte, cultura e gastronomia no Boulevard Anna Hermelinda Baltieri Azzine em São Pedro – Foto Divulgação

Criada há mais de 30 anos, Feira de Artes e Artesanato de São Pedro reúne cerca de 35 expositores

 

Muito mais do que uma feira com produtos artesanais, a Feira de Artes e Artesanato de São Pedro (Faasp) traz para população e turistas que visitam a cidade arte, cultura, música e gastronomia. É no centro da cidade, no Boulevard Anna Hermelinda Baltieri Azzine, que aproximadamente 35 expositores se reúnem aos sábados, domingos e feriados, das 09h00 às 16h00, para oferecer diversas opções de bordado, roupas de tricô e crochê, tapetes, produtos em madeira, bijuterias, sabonetes artesanais e produtos alimentícios.

Há seis anos na feira, a artesã Magali Miranda trabalha com a arte têxtil. Ela faz painel de parede com retalhos de tecidos, mochila, bolsas, maletas térmicas, necessarie e outras opções de presentes, que variam de R$ 10 a R$ 120. “A única regra aqui é que todos os produtos sejam artesanais”, contou Magali, ao ressaltar que, com apoio da Coordenadoria de Cultura, todos os finais de semana tem música ao vivo no espaço.

Com produtos feitos somente de madeira de sobra de demolição, o artesão Renato Figueira oferece tábua de churrasco, utensílios para cozinha, como vasilhas, espremedor de limão, quebra nozes, rolo de massa, além de jogos de memórias, mesa, cadeira, bancos e até brinquedos educativos. “Estou há sete anos na feira e não posso reclamar. Todo fim de semana sai boas vendas”, disse Figueira, que tem produtos que variam de R$ 10,00 a R$ 1.000,00.

Seguindo os passos da mãe, Cristina Anzolim está há cinco anos na Faasp com produtos feitos de tecido. Ela tem tapetes, capa da assadeira, porta lixo para veículos, bate mão, pano de prato, aventais e peso de porta; os preços estão entre R$ 10,00 a R$ 80,00. “Minha mãe começou a frequentar essa feira desde 1987. Agora ela está um pouco cansada e eu decidi seguir com o espaço dela”, contou.

Entre lindas peças feitas em crochê e tricô, Maria de Fátima Logrado expõe seus produtos há 18 anos. Além de roupas de bebê e vestidos de boneca, no espaço dela o cliente encontra boinas, luvas, sapatinhos, cachecol, echarpe e poncho. “Eu vim de Portugal para São Pedro há 26 anos. Aprendi a fazer crochê e tricô com meus avós, quando era criança”, disse Maria, que tem produtos que variam de R$ 15,00 a R$ 180,00.

Com pagamento em cartão de crédito, cartão de débito, dinheiro ou Pix, na Feira de Artes e Artesanato de São Pedro há também livros, roupas, caixas de presente, sabonetes, essências para ambientes, bolsas, carteiras, tapetes, panos de prato, calçados e roupas infantis, peças de decoração, mel, cachaça, pastel, crepes, caldo de cana e uma infinidade de presentes e lembranças de São Pedro.

Read Previous

Inaugurada a revitalização da base da Policia Militar de Rio das Pedras

Read Next

Teve início o Senso de IBGE em Rio das Pedras