Estudantes têm até sexta para confirmar interesse em chip com internet

Programa Além da Escola oferece inclusão tecnológica e expansão da carga horária de forma híbrida

Estudantes da rede estadual de São Paulo têm até a próxima sexta-feira (30) para confirmar interesse em receber o chip com 3GB de internet e participar do Programa Além da Escola. A iniciativa é direcionada aos alunos do 6º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio das escolas regulares (incluindo EEI – Indígena, Quilombo, Área de Assentamento e alunos do noturno regular das PEIs), priorizando os mais vulneráveis, segundo o CadÚnico.  

Por meio da tecnologia, a ação expande a carga horária dos estudantes, que passarão por momentos de recuperação de aprendizagem de maneira dinâmica, projetos em grupo que resolvam problemas reais da escola e orientações de estudos personalizadas, via Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP). Se todas as etapas do programa forem concluídas, cada grupo receberá R$300 para utilizar na escola e tirar os projetos do papel.

Para Rossieli Soares, Secretário Estadual da Educação, a inclusão tecnológica é peça-chave neste processo de resgate educacional. “Nosso foco é na redução das desigualdades. Temos repetido, neste momento difícil, que não deixaremos ninguém para trás. Queremos que essa oferta diversificada de conteúdos, ferramentas e desafios especialmente preparados ajudem a manter o ritmo dos estudos”, afirma. Os alunos contemplados devem agendar a retirada nas escolas.

Como confirmar interesse

A confirmação deve ser efetivada no site da Secretaria Escolar Digital – SED (sed.educacao.sp.gov.br)

Para acessar, o estudante deve usar login e senha (os mesmos do app CMSP).

Passo a passo

Aluno > Questionário – Chips de Internet > Responder > Leia as instruções e responda às três questões > Clique em Salvar

Orientação de estudos

O Além da Escola objetiva a recuperação e aprofundamento da aprendizagem, além do fortalecimento dos vínculos escolares dos alunos. O programa contempla a oferta por meio da utilização de metodologias híbridas de ensino, a orientação semanal de estudos em grupos menores com professores da rede e a distribuição de chips de dados móveis.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta