Bebel defende união de esforços e maior debate para criação da RMP

Bebel defende união de esforços e maior debate para criação da RMP

Convicta de que Piracicaba reúne todos os critérios para a criação da Região Metropolitana, a deputada estadual Professora Bebel defendeu nesta última segunda-feira, 10 de maio, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), evento transmitido pela Rede Alesp, a união de esforços, com participação dela e também dos deputados Roberto Morais (Cidadania) e Alex Madureira (PSDB), ambos com domicílio eleitoral em Piracicaba, para a efetivação desta proposta, que terá ainda que ser aprovada pela Alesp. A declaração foi dada após a audiência pública realizada em Piracicaba, no último sábado, 8 de maio, na Associação Comercial e Industrial de Piracicaba (Acipi), pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento, que deu início ao debate da  criação da RMP com a participação do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM).

Neste debate, que para a deputada Professora Bebel precisa ser mais bem aprofundado, com uma maior participação da sociedade e das lideranças dos demais municípios, é necessário também o envolvimento das universidades, inclusive as públicas, que muito têm a contribuir, já que são grandes os avanços obtidos na região de Piracicaba no setor de Ciência e Tecnologia. “A maior unidade a gente consegue quando une mais gente. É necessária a união de todos, independente de partido, para que o desenvolvimento continue, principalmente, nos segmentos de cultura e turismo, onde a região tem pontos importantes a serem expandidos”, disse, citando por exemplo o potencial turístico também das cidades de Águas de São Pedro e São Pedro, assim como o avanço de Piracicaba nas áreas de ciência e tecnologia, inclusive ressaltando a importância do trabalho desenvolvido nos mandatos do prefeito José Machado, do seu partido, à frente da Prefeitura da cidade, em duas gestões.

Para Bebel, “quando discutimos com base no Estatuto da Metrópole não podemos esquecer da conectividade econômica, governança e coesão territorial”. A posição  da deputada Professora Bebel vai de encontro com a declaração do vice-governador de que a região de Piracicaba é o primeiro caso no estado com potencial de migração do modelo de Aglomeração Urbana para uma Região Metropolitana. A ideia é de criar regiões que sejam autossustentáveis entre si, o que se encaixa no perfil da região de Piracicaba, que seria integrada por 25 municípios, contribuindo assim para ajudar a  reduzir as desigualdades entre os municípios. “Temos tudo para tornar essa região metropolitana. Quando a gente discute dentro do estatuto da metrópole. Vamos cumprir a coesão territorial, a conectividade econômica e governança metropolitana e Piracicaba atende a isso”, concluiu.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta