Vereadores pedem aquisição de veículo para fiscalização ambiental e triturador de galhos

A aquisição de um veículo para uso de fiscalização ambiental e de um triturador de galhos em Brotas, foi solicitada nesta quarta-feira, dia (4/04), durante a 15ª sessão ordinária da Câmara Municipal, pelos vereadores Thales Barros Sgorlon, Pedro Valdir Sgorlon, Andreia Luciana Orpineli Ferreira, Fábio Roberto Bueno, Jane Suzegan, Dr. José Eduardo Barbieri, Márcio Guella Diniz, Mário de Barros Frate Nunes, Nidisley Eduardo Esteves e Waldomiro Rodrigues Filho, através de duas indicações legislativas.

Na Indicação nº 113/2022 eles solicitaram ao Executivo Municipal que estude a possibilidade de adquirir um veículo para uso do fiscal ambiental.

“Esse pedido visa melhorar a eficiência da fiscalização ambiental em nosso Município, pois devido a extensa área que esse servidor precisa percorrer para cumprimento de seus deveres, é essencial que possua um veículo próprio para esse fim, garantindo, assim, que a fiscalização alcance todas as localidades. Ressaltamos que nossa cidade possui a maior área rural do Estado de São Paulo, evidenciando a necessidade de aquisição desse veículo”, destacaram os vereadores.

Já na Indicação nº 114/2022, os parlamentares solicitaram ao Executivo Municipal, para que através do órgão competente, estude a possibilidade de realizar a compra de picador triturador urbano (PTU 300).

“Essa medida visa atender importante demanda do meio ambiente. O equipamento viabiliza limpeza pública para podas urbanas. O picador triturador urbano poderá gerar economia ao município diminuindo a quantidade de resíduos sólidos provenientes das podas urbanas, limpezas e abertura de vias e evitam o descarte nos aterros onde são um passivo ambiental e econômico. Com a redução no volume das galhadas é possível se obter economia de até 80% no transporte, pois é possível transformar de 8 a 10 caçambas de galhos em apenas 1 com o material triturado”, destacaram os vereadores.

“Além do mais, o material triturado já pode ser usado como cobertura do solo, canteiros, paisagismo, compostagem e fertilizantes. Devido as últimas reestruturações do Município, entendemos que tal demanda seria de grande importância para o Meio Ambiente, reaproveitando as “galhadas”, até mesmo, porque a Prefeitura Municipal de Brotas ainda não possuí um local licenciado para o descarte desse material. A indicação do PTU 300 é uma sugestão, podendo ser estudado outros equipamentos que possuem a mesma função”, completaram os vereadores brotenses.

Read Previous

Fabinho Bueno pede melhorias na quadra de areia do Centro Comunitário de Brotas

Read Next

Vereadora Eliana Adorna quer informações sobre falta de medicamentos em Brotas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.