Dia de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia é proposto pelo vereador Ercidio Mariano

Dia de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia é proposto pelo vereador Ercidio Mariano

O Presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Serra, Vereador Ercidio Mariano (PR) apresentou o Projeto de Lei nº 06/2019 que “Institui no calendário do Município o Dia 12 de maio, como Dia de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia”.

A proposta prevê ainda que na data “serão realizadas palestras, debates e ações correlatas com profissionais da área sobre a conscientização e orientação da doença”.

Foto: José Marino

Ercidio Mariano, destaca que o PL é uma sugestão da ABRAFIBRO – Associação Brasileira dos Fibromiálgicos, entidade que atua na orientação e informação para melhorar a qualidade de vida e tratamento de portadores da Fibromialgia.

“Fibromialgia é uma síndrome comum, na qual a pessoa sente dores por todo o corpo durante longos períodos, com sensibilidade nas articulações, nos músculos, tendões e em outros tecidos moles.  Junto com a dor, a fibromialgia também causa fadiga, distúrbios do sono, dores de cabeça, depressão e ansiedade. De cada 10 pacientes com fibromialgia, sete a nove são mulheres. Não se sabe a razão porque isto acontece. Não parece haver uma relação com hormônios, pois a fibromialgia afeta as mulheres tanto antes quanto depois da menopausa. A idade de aparecimento da fibromialgia é geralmente entre os 30 e 60 anos. Porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes”, explica ele.

“As causas da fibromialgia ainda são desconhecidas, mas existem vários fatores que estão frequentemente associados a esta síndrome como Genética, Infecções por Vírus, distúrbio do sono, trauma físico, entre outros.  Existe uma variedade de medicamentos e outros tipos de tratamentos podem ajudar a controlar os sintomas, porém, infelizmente ainda não há cura para a Fibromiagia.  Neste sentido, a proposta de criar um dia, objetiva dar conhecimento a População sobre esta doença e atuar através de informações que possam levar a um tratamento adequado. Ou, seja, é mais uma importante fonte de prevenção, vertente que deve ser cada vez mais priorizada na área da saúde”, completa.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta