Biblioteca de Piracicaba completa 80 anos

Biblioteca de Piracicaba completa 80 anos

A Biblioteca Pública Ricardo Ferraz de Arruda Pinto completa 80 anos com programação especial durante todo o mês de maio, com diversas atividades, como a hora do conto, visitas monitoradas, exposição e ações de doação de livros e devolução gratuita.

A partir desta quinta-feira, dia 02, das 08h0 às 18h00, os visitantes poderão apreciar imagens instaladas no hall de exposições, que resgatam a história da biblioteca e suas oito décadas de itinerância.

De 1939 a 2019, o equipamento público ocupou diversos endereços provisórios, como a Câmara de Vereadores, o antigo prédio da Escola Prática de Contabilidade Moraes Barros, Teatro Santo Estevão – atualmente, coreto da praça José Bonifácio, Delegacia de Ensino Secundário e Formal, alguns casarões na área central da cidade, antigo prédio da Prefeitura e, após 2010, a atual construção exclusiva, para abrigar o acervo de mais de 95 mil livros, localizada à rua Saldanha Marinho.

A exposição conta ainda, com desenhos feitos por crianças da Escola Municipal Dona Maria Guilhermina Lopes Fagundes, Mimi Fagundes.

A hora do conto e visita monitorada serão realizadas sempre às 9h e às 14h, com as contadoras de história, Graziela Angelocci e Élide Fernanda. Neste mês, seus contos passearão pelos saudosos anos de atuação da biblioteca. Para participar, basta ter interesse. As ações não tem restrições de público ou idade, mas precisam de agendamento prévio.

Foto: Divulgação

Durante o período das comemorações serão doados livros das áreas de literatura, romance, poesia, filosofia, sociologia, ficção científica, matemática, ciências e outros.

Esses exemplares são sobras do acervo. Para aqueles que se esqueceram de devolver livros, independente do tempo, o “mês do perdão” propiciará a oportunidade de devolução gratuita, sem o pagamento da multa de R$ 1,70, por dia de atraso.

Além das atividades que contemplam todo o mês de maio, no dia 13, às 9h, será o momento da solenidade comemorativa com a participação de autoridades locais.

“É com grande satisfação que gerenciamos um espaço como este, que traz novos saberes para os cidadãos. Um espçao de cultura e aprendizado, totalmente adaptado e pronto a receber desde crianças, jovens, adultos e idosos com ou sem deficiência”, diz a secretária da Ação Cultural e Turismo, Rosângela Camolese.

A unidade criada em 02 de maio de 1939, pelo prefeito Ricardo Ferraz de Arruda Pìnto, foi a primeira de todo o interior do Estado de São Paulo. Neste ano teve como diretor, Leandro Guerrini, pesquisador e historiador que, por 28 anos, dedicou-se ao acervo de 873 livros registrados.

Atualmente a biblioteca possui mais de 95 mil livros, títulos em braile e serviços voltados a população piracicabana e moradores de outras cidades. Realiza eventos ocasionais e concursos literários de Microcontos de Humor e Prêmio Escriba.

A biblioteca municipal também conta com um espaço reservado para crianças, com livros, jogos de tabuleiro e contadoras de história.

Além da unidade central, existem três polos de atendimento localizados no Parque Orlanda e Parque da Rua do Porto, conhecido como quiosque literário Maria Emília Leitão Medeiros Redi, com funcionamento aos domingos.

O prédio é totalmente acessível e possui rampas de acesso, elevador, sanitários para pessoas com deficiência e adaptados para ostomizados.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta