Saúde entrega 140 aparelhos auditivos a pacientes do SUS que esperavam desde 2017

Saúde entrega 140 aparelhos auditivos a pacientes do SUS que esperavam desde 2017

Setenta e uma pessoas foram beneficiadas; ação visa diminuir a demanda reprimida na cidade

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde e Centro de Especialidades Médicas (CEM), entregou 140 aparelhos auditivos a 71 usuários do Sistema Único de Saúde de Piracicaba na última semana. Os equipamentos foram adquiridos com recursos próprios, por meio de pregão eletrônico realizado em janeiro deste ano. Foram investidos R$ 101.583,29 e a empresa responsável pela entrega dos aparelhos é a E.A. de Lima Aparelhos Auditivos EPP. O último pregão para compra deste tipo de aparelho aconteceu em 2016.

De acordo com o Departamento de Fonoaudiologia da Prefeitura, a ação atende a portaria nº 587/2004 que dispõe sobre a organização e a implantação das Redes de Atenção à Saúde Auditiva. “Temos uma demanda reprimida e, por meio destas ações, conseguimos diminuir a espera da população por estes aparelhos. Quem recebeu são pacientes que estão na fila desde 2017 e 2018. Ainda temos uma média de 800 pessoas aguardando por aparelhos”, informa a fonoaudióloga Karen Conceição Bueno de Almeida.

Além desta ação da Secretaria, a cidade mantém convênio com o Ministério da Saúde que disponibiliza – sem custo a municipalidade – 22 aparelhos por mês aos usuários do SUS em Piracicaba por meio do programa de Reabilitação Auditiva. “A cota mensal de protetização do nosso Município é de 11 pacientes por mês. A cota definida para os municípios é de responsabilidade do Departamento Regional de Saúde (DRS-X) onde a Secretaria de Saúde de Limeira é responsável pela Regional, ou seja, desta cota, precisamos enviar nossos pacientes até Limeira para receberem os aparelhos. É um número baixo, por isso a Secretaria faz essa força-tarefa para diminuir a fila de espera de forma mais rápida possível”, completa Karen

Para os usuários do SUS terem acesso aos aparelhos auditivos, o paciente deve ir até a Unidade de Saúde de referência e passar por consulta com clínico-geral para posterior encaminhamento a otorrinolaringologista. Por meio de exame de audiometria será verificado o grau de surdez. A partir deste resultado, se necessário, é feita uma ficha pré-cadastro que é o protocolo para abrir APAC (Autorização de Procedimentos Ambulatoriais de Alta Complexidade) exigida pelo Ministério. “É importante lembrar que a prioridade para receber estes aparelhos é crianças de zero a 15 anos, sempre respeitando as normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde”, enfatiza Karen.

Para o secretário de Saúde, Filemon Silvano, a Prefeitura trabalha para melhorar a vida dos piracicabanos. “Dar a oportunidade de as pessoas poderem voltar a ouvir novamente é uma forma de devolver ao paciente qualidade de vida”, destaca.

ENTREGA – Antes de receber os aparelhos auditivos, as 71 pessoas participaram de palestras e ações educativas com a intenção de explicar como utilizar o aparelho, bem como a manutenção e limpeza. “É um momento importante já que é necessário o uso correto do aparelho para que a pessoa volte a ouvir da maneira adequada. Saber como manusear e higienizá-lo são os principais focos nestas ações”, destacou Laura Caetano Meneghelli, que integra também a equipe de fonoaudiologia do CEM, ao lado de Patricia Rocha Batista Ferraz e Lucila Leal Calais, responsável técnica do Departamento de Fonoaudiologia.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta