Maioria dos estabelecimentos fiscalizados segue protocolo de combate à Covid-19

Maioria dos estabelecimentos fiscalizados segue protocolo de combate à Covid-19

Música ao vivo sem autorização e falta de distanciamento ainda são problemas identificados

A força-tarefa municipal fiscalizou 17 estabelecimentos comerciais, realizando 4 notificações e 1 interdição no fim de semana. Em 12 casos, os bares e restaurantes estavam funcionando em conformidade com a legislação vigente, seguindo os protocolos de combate ao coronavírus. As ocorrências de interdição/notificação foram ocasionadas por estabelecimentos que promoviam música ao vivo sem a devida autorização, assim como aqueles que não respeitavam o distanciamento mínimo de 1,5m entre as mesas ou número máximo de 6 clientes permitidos por mesa.

A única interdição registrada durante a blitz aconteceu num bar localizado no bairro São Dimas, que promovia karaokê sem seguir os protocolos especiais de higiene que, entre outras determinações, inclui a instalação de barreira física de acrílico ou plástico, para separação entre o palco e o público.

Um bar na Vila Monteiro foi notificado por não possuir autorização para uso de solo (para disponibilização de mesas e caldeiras na calçada), além de não possuir licença para oferecer música ao vivo em suas dependências.

Mesmo os estabelecimentos que possuem autorização para uso de solo devem seguir as recomendações que regulamentam o uso deste espaço, conforme croqui disponível no blog da Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema) https://sedema.wixsite.com/sedema/dcf

SEDEMA / DCF – Piracicaba / SPSEDEMA – Secretaria de Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba – SP. O despejo indiscriminado de resíduos da construção civil sempre foi um problema de difícil solução, mas a Lei nº 6962/2010 possibilitou um salto de excelência na gestão destes resíduos, estabelecendo critérios bem definidos para sua coleta, transporte e destinação.sedema.wixsite.com

que entre outras orientações, prevê faixa de calçada livre para passagem de pedestre, com largura mínima de 2 metros, a partir da guia (sem obstáculos).

As denúncias sobre festas clandestinas e aglomerações podem ser feitas pelos telefones 199 (Defesa Civil), 153 (Guarda Civil) e 3426-1996 (Pelotão Ambiental).

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta