Vereador Marconato quer adesão de Rio das Pedras ao Movimento Paulista de Segurança no Trânsito

O Vereador Edison Marconato, apresentou recentemente, durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Rio das Pedras, a Indicação 225/2016 onde propõe ao Executivo Municipal que estude a adesão de Rio das Pedras ao Movimento Paulista de Segurança no Trânsito.

Marconato explica que o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito é um programa do Governo do Estado de São Paulo que tem como principal objetivo reduzir pela metade as vítimas fatais nos acidentes de trânsito no Estado de São Paulo até 2020.

O programa nasceu inspirado na Década de Ação Pela Segurança Viária, período de 2011 a 2020 estabelecido pela Organização das Nações Unidas para chamar atenção para a questão da violência no trânsito.

Para que a meta seja alcançada, o Governo intensificou esforços em ações voltadas para educação no trânsito, segurança das vias e veículos, além de gestão nas respostas para acidentes.

Uma importante ferramenta para auxiliar na elaboração de políticas públicas relacionadas à segurança no trânsito é o INFOSIGA SP, um banco de dados que reúne informações de acidentes de trânsito de diversas fontes. Com esse mapeamento, as ações serão traçadas com ainda mais precisão, resultando em benefício a toda a sociedade.

Alguns municípios também firmaram convênios com o Governo para que iniciativas locais sejam aplicadas e seus resultados sirvam de modelo para outras cidades do Estado.

Outra frente importante do Movimento é o trabalho integrado e a atuação planejada das principais instituições que compartilham responsabilidades relacionadas ao tema, além do envolvimento da sociedade civil. Já são 20 parceiros e o objetivo é que as adesões aumentem. Afinal, o Governo acredita que segurança no trânsito é para todos.

“A adesão de nossa cidade ao Movimento representaria um gesto importante, no sentido de que também desejamos reduzir as mortes e acidentes no trânsito. Um trânsito mais seguro preserva vidas. Muitas já fizeram a adesão e esperamos que a nossa também possa aderir”, destaca Marconato.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta