Sedema realiza supressão e poda de leucenas nas margens do ribeirão do Enxofre

Sedema realiza supressão e poda de leucenas nas margens do ribeirão do Enxofre

Árvores retiradas estão bastante inclinadas e oferecem risco; Semob também faz limpeza e desobstrução do leito

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), iniciou ontem, quarta-feira, 13/10, e segue até amanhã, sexta-feira, 15/10, serviços de supressão e poda de leucenas às margens do ribeirão do Enxofre. As árvores que estão sendo suprimidas são as que estão muito inclinadas, com risco de queda, que podem causar acidentes e, também, segurar lixo e entulho, além de causar erosão nas margens. A Secretaria Municipal de Obras (Semob) também trabalha no local, fazendo a limpeza e desobstrução do leito do ribeirão com uso de escavadeira hidráulica.

As leucenas são espécies invasoras originárias da América Central, com formação arbórea-arbustiva perene. Tem crescimento rápido, produz muitas sementes e rebrota facilmente, o que faz com que ocupem grandes áreas rapidamente.

Sua presença determina um problema ambiental, pois devido à ocupação rápida e agressiva, também libera uma substância química que prejudica o crescimento de nativas.

Após a supressão das leucenas nas margens do ribeirão do Enxofre, a Sedema vai realizar um plantio de árvores nativas para enriquecimento paisagístico e florestal da área, a fim de garantir e ampliar a oferta de água. “O reflorestamento de vegetação nativa tem como objetivo a restauração ecológica, ou seja, é uma intervenção por meio do plantio de espécies nativas para recompor um ecossistema e ampliar oferta de água no ribeirão”, avalia Robson Willians da Costa Silva, engenheiro ambiental da Sedema.


HISTÓRICO – Desde o início de julho, a Prefeitura realiza força-tarefa para retirada de leucenas. A primeira ação foi na avenida 31 de Março, com a supressão das exóticas para reduzir enchentes e alagamentos na região, já que as árvores foram suprimidas porque os galhos estavam obstruindo as galerias de água. Após a supressão a equipe da Sedema realizou a roçada do mato, além da retirada de entulhos e resíduos, acumulados no canal, para minimizar os alagamentos na região.

No final de agosto, a supressão de leucenas, por meio do manejo adequado, foi realizada nas cabeceiras das pontes José Antônio de Souza (Ponte Zé do Prato), Francisco Morato (Ponte do Morato) e Walter Radamés Accorsi (ponte do Shopping Piracicaba), sendo que nestes locais a Sedema realizou o plantio de aproximadamente 120 mudas de árvores nativas que vão oferecer cobertura vegetal nas áreas onde existiam leucenas.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta