Secretária de Educação explica projeto que pretende tornar facultativo Ensino em Tempo Integral em Águas de São Pedro

Durante a última sessão ordinária da Camara Municipal de Águas de São Pedro, realizada na segunda-feira, (27), foi lido o Projeto de lei nº 09/2017, de autoria do Executivo Municipal e que “Altera a redação do artigo 10, parágrafos 1º, 2º e 3º e do artigo 11 da lei, nº 1794/2016 QUE criou o Programa “Escola de Tempo Integral” no Sistema Municipal de Ensino de Águas de São Pedro e dá outras providências.

A secretária de Educação, professora Scheila Fernandez, esteve na Câmara Municipal, onde explicou aos vereadores e munícipes presentes sobre o projeto do Executivo Municipal.

Secretária de Educação explica projeto que pretende tornar facultativo Ensino em Tempo Integral em Águas de São Pedro

Secretária de Educação explica projeto que pretende tornar facultativo Ensino em Tempo Integral em Águas de São Pedro – Foto: Divulgação

A proposta do Executivo Municipal prevê que os pais ou os responsáveis pelos alunos poderão no ato da matricula optar se desejam ou não matricular os alunos no Ensino de Tempo Integral, que hoje é obrigatório.

Na justificativa do projeto, o Executivo destacou que atendeu a reivindicação de pais e responsáveis, os quais não concordariam com a obrigatoriedade da matricula dos alunos.

A secretária de Educação, Scheila Fernandez, destacou que a proposta é justa e que esteve sempre aberta a discutir o assunto.

“A proposta é uma proposta justa. Ela leva em consideração toda a sociedade. Todos que quiseram discutir o assunto tiveram a secretaria de Educação sempre de portas abertas. Toda mudança as vezes gera desconforto. Nós não sabemos o que ela vai trazer. Aqui não está proposta para acabar com a Escola de Tempo Integral e sim respeitar que cada pai e responsável possa escolher se querem ou não matricular na escola em Tempo Integral. O ensino regular permanece também normal, além de ser facultado aos que desejarem se matricular na Escola em Tempo Integral”, afirmou a secretária de Educação.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta