Vereador Du Sorocaba pede melhor orientação sobre uso de medicaremos de alto custo em São Pedro

Vereador Du Sorocaba pede melhor orientação sobre uso de medicaremos de alto custo em São Pedro

Maior orientação sobre medicamentos de alto custo em São Pedro, será tema de requerimento do vereador e líder de governo, Carlos Eduardo Oliveira, o Du Sorocaba (PL), que será lido na próxima segunda-feira, dia 14, na Câmara Municipal.

Sorocaba solicita que a Secretaria Municipal de Saúde aumente os procedimentos de orientação e cobre dos médicos que prestam serviços em nossa cidade sobre medicação de alto custo que realizem tais procedimentos.

Segundo o vereador o mesmo foi procurado por munícipes que ao passar pelas unidades de saúde, tanto no plantão emergencial como ambulatorial recebem a receita de medicamentos para tratamento, sendo esses de alto custo,

“Os moradores por falta de informações depois de procurar a nossa farmácia da rede pública, não encontram os medicamentos, pois esses não fazem parte da rede básica de saúde e com isso acabam ficando sem comprar e sem tomar, pois muitos não tem condições financeiras para adquirir a medicação devido alto preço”, afirmou o vereador.

“Os Munícipes que nos procuram temos orientados a passar pelo social, com intuito de que possam entrar no programa de medicamento de alto custo do Governo do Estado, onde são obrigados a preencherem todos os requisitos exigidos pelo protocolo de atendimento desse serviço. Entendemos que os médicos contratados e que prestam serviços no nosso município deveriam estarem atentos e orientarem nossos pacientes, pois são eles que preenchem esses formulários, tendo em vista que o paciente já muito debilitado devido a doença, buscam ajuda no social para adquirir os medicamentos e só lá ficam sabendo de que precisam voltar ao médico que o atendeu para o preenchimento de formulário, o qual friso novamente, “somente ele (médico) pode preencher” e dar prosseguimento para que o paciente possa receber o benefício  do programa, com isso ele já muito debilitado, ou muitas vezes com idade avançada e sem muita instrução é obrigado a marcar nova consulta ou tentar encaixe coisa muito difícil devido a agenda de cada especialista”, detalha Du Sorocaba.

“Temos que evitar que os pacientes passem por situações constrangedoras como essa, tanto que muitas vezes depois de preenchidos e encaminhado para o Estado, ficam aguardando meses para receberem a medicação. Para evitar isso, estamos solicitando que seja feito um protocolo de atendimento no Programa alto custo no ato da consulta, principalmente para pacientes de baixa renda, orientando adequadamente os pacientes”, finaliza o parlamentar.

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta