Projeto Social da Igreja Assembleia de Esperança Missionária faz Natal sem fome em São Pedro

Projeto Social da Igreja Assembleia de Esperança Missionária faz Natal sem fome em São Pedro

Projeto é desenvolvido também na cidade de Ipeúna e região

Há cinco anos, o Projeto Social Esperança Missionária da Igreja Assembléia de Esperança Missionária – Ministério de Ipeúna, presidida pelo Pastor Washington Camargo realiza o Natal Sem Fome, na comunidade do São Dimas, em São Pedro.

“Desde então, Deus tem colocado em nossos corações para levar um Natal sem fome para as crianças da nossa comunidade. Não somente a alimentação mais um dia diferenciado onde as crianças podem se alimentar, brincar a vontade e também ouvir a palavra de Deus”, comenta o pastor presidente.

Ele conta que conhece de perto a realidade dos moradores da comunidade do bairro São Dimas e que por isso decidiu ajudar de alguma forma, apoiado sempre por outras pessoas.

“Sou pastor desde 2005, morador da cidade de São Pedro desde 1993 no bairro São Dimas e como conheci de perto as dificuldades das famílias, sempre tivemos no coração o desejo de poder ajudar de alguma forma e há cinco anos estamos na peleja e na luta para ajudar o próximo. Começamos a arrecadar cestas básicas, pois sempre havia uma família carente que necessitava e hoje estamos com esse trabalho social na cidade de São Pedro na cidade de Ipeúna e levamos marmitas aos moradores de rua em Rio Claro”, comenta ele.

“Desta forma nossa igreja não se baseia em um ato religioso e sim em ganhar almas. Temos também trabalho na cidade de Ipeúna o trabalho de reforma de casas carentes”, destaca ele.

“Com o tempo fizemos grandes parcerias, como Claudinei Arruda da Coordenadoria de Esporte de São Pedro, a empresária Silvia Andrade Thermas e o senhor Valdir Sepulvida, os quais sempre tem nos apoiados e nós ajudados de uma forma sobrenatural. Para honra e glória do senhor Jesus Cristo temos muitas pessoas que tem confiado em nosso trabalho e tem apoiado nessa grande missão de ser solidário as pessoas menos favorecidas e ficamos felizes por poder estar a frente desse trabalho, com apoio de pessoas maravilhosas. Agradecemos a todos, pois é um trabalho totalmente voluntário e sem fins lucrativos ou qualquer outro fim, somente ajudar o próximo e ganhar almas”, finaliza.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta