Prefeitura realizou desinfecção em área equivalente a 600 quilômetros em São Pedro

Prefeitura realizou desinfecção em área equivalente a 600 quilômetros em São Pedro

A Prefeitura de São Pedro continua com a desinfecção das ruas, avenidas e locais com grande circulação de pessoas. Desde o início da ação, em 26 de março, já foram utilizados 240 mil litros de produto, volume que garantiu a aplicação em área de aproximadamente 600 quilômetros, ou 3 milhões e 600 mil metros quadrados.

O produto usado, uma mistura de água e quaternário de amônia, fica ativo até três dias, e também é usado para desinfecção de hospitais, clínicas e domiciliares, com autorização da Anvisa e não provoca nenhum mal aos animais ou ao Meio Ambiente.

A medida é para a prevenção contra a disseminação do novo coronavírus, com equipes trabalhando em turnos diurnos e noturnos, de segunda a sexta-feira, com equipamentos costal e maquinários.

Áreas como a região Central, praça Santa Cruz, ruas Veríssimo Prado, Valentim Amaral, Maestro Benedito Quintino, Malaquias Guerra, Rodoviária, praças do portal principal, do Fórum, São Benedito, Gustavo Teixeira e da matriz, além das Academias ao Ar Livre e bairros Recanto, Santa Mônica, São Dimas e Residencial São Pedro e São Francisco estão sendo reforçadas.

A ação envolve as secretarias de Obras e Saúde e Desenvolvimento Social.

Lixo: Outra ação de cuidados é com a coleta de lixo. O Ministério Público do Trabalho encaminhou à Prefeitura de São Pedro recomendação para que os munícipes adotem medidas de prevenção no descarte, encaminhado para a coleta domiciliar. “Os materiais deverão ser ensacados duas vezes em sacos resistentes, descartáveis e com enchimento de até dois terços da sua capacidade” orienta o documento das procuradoras do Trabalho Alvamari Cassillo Tebet e Leda Regina Fontanesi.

O documento encaminhado pela Procuradoria Regional do Trabalho da 15ª região lista a necessidade do esforço conjunto de toda a sociedade para conter a disseminação da Covid-19, conforme orientações do Ministério da Saúde, Anvisa e Organização Mundial da Saúde, assim como destaca que a prestação dos serviços de limpeza urbana é essencial para a proteção do meio ambiente e da saúde humana e não pode ser interrompida, pois contribuem para auxiliar na prevenção da transmissão do coronavírus e de outras doenças.

“Com a adoção destas medidas pela população, a prevenção contra o coronavírus será reforçada e as possibilidades de transmissão diminuem, por isso é importante que todos colaborem”, pede o secretário de Governo, Pedro Aguiar.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta