Prefeito decreta lockdown em São Pedro

Prefeito decreta lockdown em São Pedro

“Confira como a cidade funcionará nos próximos dias”

Nesta quinta-feira, dia 25, Thiago Silva, prefeito da cidade de São Pedro decretou lockdown, medida que altera o funcionamento de atividades comerciais e também o ingresso de pessoas na cidade.

As regras para o funcionamento das atividades no período entre 26 de março e 4 de abril na cidade, estão no decreto municipal 7.127, assinado pelo prefeito Thiago Silva.

Em resumo, o documento determina que nos dois fins de semana e no feriado da sexta-feira Santa todos os estabelecimentos devem permanecer fechados e funcionar apenas por delivery.

Nos outros dias da semana, os mercados podem atender até as 20h00 de forma presencial, mas com protocolos.

Segundo o decreto, não terão o funcionamento alterado as farmácias e postos de combustível que não podem abrir as lojas de conveniências, ou seja, atendimento presencial com os protocolos, assim como os Correios.

Os outros estabelecimentos podem atender apenas por delivery até 22h00 durante todo o período de vigência do decreto.

Os Bancos devem permanecer sem atendimento presencial ao público neste período e as lotéricas podem funcionar com a adoção de protocolos na sexta-feira, dia 26 e de segunda a quinta-feira. No caso dos bancos, só podem funcionar caixas eletrônicos.

O prefeito destacou que tomou as medidas com o objetivo principal de diminuir a circulação de pessoas neste período após a antecipação de feriados na capital e região do ABC.

A decisão para adotar medidas restritivas e decretar o lockdown regional foi tomada após reunião com os prefeitos Josias Zani Neto (Santa Maria da Serra), Rodrigo Arruda (Charqueada), João Victor Barboza (Águas de São Pedro) e Diego Pinheiro (Ipeúna).

A colaboração de todos para que as medidas tragam o resultado esperado foi destacada pelo prefeito.

“A situação está crítica em todo o país e nosso município também enfrenta os gargalos na saúde e na economia. Estamos adotando todas as medidas para que a situação não fique ainda mais crítica, com colapso dos serviços de saúde”, afirmou.

Outra medida prevista no decreto é a criação de barreiras sanitárias e de contenção nas entradas da cidade que começaram a funcionar ontem, dia 26.

Está proibido o ingresso e circulação no município de pessoas não residentes ou que não sejam proprietários de imóveis.

A ressalva é para trabalhadores de serviços públicos e atividades essenciais e de cargas de qualquer espécie voltados ao fornecimento de gêneros necessários à população.

Todos os veículos serão parados para inspeção, sem exceção, e serão adotados os protocolos determinados pela Vigilância Epidemiológica.

Para a entrada e circulação em São Pedro é exigida apresentação de documentos de propriedade ou prova do destino.

Na barreira também é aferida temperatura corporal, exigida apresentação de documentos de identificação, origem e dados da empresa rodoviária responsável pelo transporte para cadastro junto ao município.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta