Desde o início da pandemia já foram entregues 56 mil kits de alimentação pela Secretaria Municipal de Educação de São Pedro

Desde o início da pandemia já foram entregues 56 mil kits de alimentação pela Secretaria Municipal de Educação de São Pedro

Em junho, além do iogurte, famílias com crianças matriculadas nas creches receberam fraldas 

No dia 16 de abril de 2020 era distribuído o primeiro kit alimentar em São Pedro. De lá para cá foram distribuídos aproximadamente 56 mil kits – 28 mil deles só esse ano. A ação da Prefeitura de São Pedro realizada pela Secretaria Municipal de Educação atende milhares de alunos matriculados na Rede Pública Municipal. Os alimentos são destinados às famílias que possuem crianças regularmente matriculadas na Rede.  Para chegar aos lares dos são-pedrenses, o kit envolve um processo de trabalho e comprometimento de inúmeros profissionais, da aquisição à distribuição.

A logística do sistema é organizada pelas profissionais da Secretaria Municipal de Educação Vera Garcia e Veridiana Giacomini. As colaboradoras verificam mensalmente os alunos matriculados e listam os nomes das mães (ou responsáveis). Separados por quantidade de crianças por família, os kits distinguem-se em Kit Um, para famílias com até duas crianças e Kit Dois, para famílias com três crianças ou mais.

Na última entrega, 3.998 kits foram locados em 13 pontos de distribuição (Unidades Escolares). Desde o início das distribuições, o kit passa por atualizações. Em março deste ano foi adicionado iogurte de morango e mais recentemente foram incluídas 30 fraldas infantis para os alunos matriculados nas creches. O processo de logística é importante para garantir a entrega no prazo, resultado visto na prática, sem nenhum atraso em 2021.

Outra profissional da Secretaria Municipal de Educação importante nesse processo é a nutricionista responsável da Rede, Marina André Palú, que faz a seleção dos itens do kit. “Os itens fazem parte do cardápio da merenda escolar. São escolhidos itens que fazem a composição nutricional, dando aporte calórico”, explicou Marina. Os itens funcionam como complemento da alimentação diária de cada aluno em sua residência.

Os profissionais das Unidades Escolares são linhas de frente na distribuição. Desde a paralisação das aulas presencias, eles vêm trabalhando com a organização e recepção dos pais que vão buscar os kits.

A secretária municipal de Educação, Samanta Almozara Bontorim exaltou a importância de cada colaborador da Rede envolvido no processo, o apoio do Executivo e o compromisso com esse tipo de ação.

“Educação, alimentação e a constante preocupação com o social são sinônimos de equidade. São com esses deveres que a Secretaria de Educação está comprometida e assim são feitas ações como essa”, afirmou.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta