Continuam em ritmo acelerado as obras de pavimentação da Estrada Vicinal que liga São Pedro a Torrinha

Continuam em ritmo acelerado as obras de pavimentação da Estrada Vicinal que liga São Pedro a Torrinha

As obras da Estrada Vicinal Ângelo Zaguete que liga São Pedro a Torrinha seguem em ritmo acelerado, as equipes estão trabalhando próximo ao Sitio São José, no bairro Sitio Velho, faltando pouco mais de 3 Km para a conclusão do preparo do solo e aplicação a pavimentação asfáltica e assim concluir as obras, de acordo com o projeto em andamento.

Após a empresa DNP Terraplenagem e Pavimentadora Foresto Ltda reassumir a condução das obras, os serviços passaram a ser realizados de forma rápida e mesmo diante da pandemia do novo Coronavírus, não pararam.

A obra, que tem 14 km de extensão, está sendo executado com investimento de R$ 12 milhões do Governo Estadual e contrapartida municipal, ficou um período paralisada devido a 1ª colocada da licitação, a empresa DDR não ter cumprido com o cronograma estabelecido.

Essa obra é uma conquista da união entre os prefeitos de São Pedro Helinho Zanatta e Ronaldo Gasparelo de Torrinha que atuaram junto ao então governador do Estado, Márcio França, que liberou os recursos.

Na ocasião da retomada dos serviços pela empresa Foresto o engenheiro Silvestre Ferraz responsável pela obra afirmou:

“Assumimos e vamos finalizar esta obra. Isso é um compromisso da nossa empresa. Nunca deixamos de entregar nenhuma obra nesses 38 anos de mercado. Temos equipamentos, mão de obra e recursos para assumir esta vicinal. Tudo será realizado com segurança, qualidade e cuidado com o meio ambiente. Zelamos por tudo isso e iremos, inclusive, deixar tudo sinalizado”, disse à época Silvestre.

Os prefeitos de São Pedro e Torrinha também demonstram satisfação com o andamento dos serviços.

“Temos acompanhado a execução dos serviços a medida que vem sendo realizados, esperamos que conforme combinado tudo esteja pronto até o final do ano, beneficiando moradores das duas cidades, contribuindo no escoamento de produtos agrícolas, agregando valor e aumentando o lucro dos produtores uma vez que as perdas serão menores pois terão uma estrada pavimentada, isso diminui o tempo na entrega e também na deterioração dos produtos”, disseram Helinho Zanatta e Ronaldo Gasparelo.

“Outro e importante benefício será para a exploração do turismo uma vez que temos em comum diversos atrativos e os visitantes poderão ter acesse com maior facilidade e segurança”, completaram.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta