Autoridades policiais farão a apuração de ação política e criminosa contra SAAESP

Autoridades policiais farão a apuração de ação política e criminosa contra SAAESP

Segundo o SAAESP – Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Pedro, nos últimos dias, a autarquia vem sendo alvo de ataques de vandalismo com objetivo de prejudicar a população.

A autarquia afirma em nota que já apresentou as ocorrências na Delegacia de Polícia Civil de São Pedro.

Para elaboração do Boletim de Ocorrência foram apresentados fotos e vídeos de pessoas desconhecidas que estiveram no poço artesiano do bairro Novo Horizonte no dia 01 deste mês e, de forma criminosa, romperam um cano de água conectado à caixa d´água, com o intuito de causar prejuízos tanto à Autarquia quanto à população são-pedrense.

Segundo o SAAESP “assim que o setor competente tomou conhecimento, o vazamento foi contido prontamente, com a intervenção da equipe que opera de sobreaviso”.

De acordo com a autarquia na madrugada de segunda-feira, dia 09 para terça-feira, dia 10, o diretor presidente da Autarquia, Giovane Henrique Genezelli, foi acionado pelo vereador Robinho Pedrosa, via WhatsApp, com a informação que outro cano foi desconectado, causando grande perda de água, sendo que tal situação também foi prontamente solucionada.

Segundo o SAAESP “como as imagens do vídeo deixam clara, tal intervenção é criminosa, pois verificando a tubulação, percebe-se que a mesma foi desconectada, por estar um ao lado do outro, enquanto que, caso tivesse ocorrido um rompimento, o cano estaria à frente do outro”.

A autarquia destaca que “causa estranheza também o fato de haver filmagem com conversas dizendo que a Autarquia foi avisada prontamente, o que não é verdade, pois tão logo toma-se conhecimento de algum vazamento de água, uma equipe prontamente se dirige até o local, exatamente para não ocorrer desperdício de água”.

“A filmagem demonstra claramente que os envolvidos agiram de forma criminosa, com finalidade política e somente efetuaram a filmagem muito tempo após terem desconectado o cano de forma criminosa. Com a apresentação da mídia à Autoridade Policial, a Autarquia aguarda que sejam apurados os reais autores dos crimes praticados contra toda a população de São Pedro e ao patrimônio público”, destacou o SAAESP em nota.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta