SAAE de Rio das Pedras busca recursos junto à Fehidro

O superintendente do SAAE, Daniel Gonçalves, protocolou nesta semana, junto a Agência PCJ, dois projetos para captar recursos do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) e das cobranças estaduais pelo uso da água. A primeira solicitação é de R$ 200 mil para elaboração de projeto de saneamento básico para eliminar do Ribeirão Tijuco Preto todo o esgoto que é despejado de forma irregular. “Queremos ver o nosso Tijuco limpo, sem esgoto. Para isso, precisamos elaborar um projeto detalhado, que demanda especialistas da área, para tirar o esgoto desde a nascente até o final do trecho urbano, após a ponte da Caninha, onde futuramente haverá uma estação elevatória para levar o esgoto até a Estação de Tratamento de Esgoto que será construída”, detalhou Gonçalves.

SAAE de Rio das Pedras busca recursos junto à Fehidro

SAAE de Rio das Pedras busca recursos junto à Fehidro – Foto: Divulgação

Na segunda solicitação, o SAAE pede o repasse de R$ 2,3 milhões para realizar a redução de perdas no sistema de abastecimento de água tratada, com ações como a troca de hidrômetros, macro e micro medições. “Entre vazamentos e inadimplências, temos um índice de perdas de 40% de toda nossa água tratada. Vamos buscar a redução ao máximo dessa porcentagem”, contou o superintendente.

Para 2017, os Comitês PCJ acordaram que os projetos e obras a serem priorizados por esses recursos serão na área de: Recuperação da qualidade dos corpos d’água (PDC3), englobando os subprogramas de Tratamento de efluentes urbanos, efluentes das ETAs e disposição final de lodos de ETEs,  Tratamento de efluentes dos sistemas de disposição final de resíduos sólidos urbanos, e das fontes difusas de poluição (somente para estudos, projetos e obras de tratamento dos efluentes dos sistemas públicos de disposição final de resíduos sólidos chorume); também serão priorizados projetos na área de Promoção de uso racional de recursos hídricos (PDC 5), englobando os subprogramas de racionalização do uso da água no sistema de abastecimento urbano (exceto para as ações de “estudos para a uniformização de uma metodologia para cálculo do índice de perdas nos sistemas de abastecimentos públicos”).

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta