Salários de secretários e assessores são reduzidos em Rio das Pedras

Salários de secretários e assessores são reduzidos em Rio das Pedras

Um dos compromissos de campanha do prefeito de Rio das Pedras, Marcos Buzetto (PSB) já foi cumprido neste início de ano: os salários de secretários e assessores foram reduzidos.

Através do Projeto de Lei do Poder Legislativo n° 002/2021 foi alterada a Lei Municipal n° 2.621, de 30 março de 2010, fixando os subsídios dos Secretários Municipais, os quais caíram de R$ 8.000,00 (oito mil reais) para R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais).

Como se tratam de subsídios, somente a Câmara Municipal poderia propor a alteração de sua fixação.

Já através do Projeto de Lei nº 002/2021 foi feita a alteração da Lei no 3079 de 17 de junho de 2020, que trata da estrutura do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), onde também foram feitas reduções, sendo que o Superintendente terá o mesmo subsidio do secretário, agora reduzido.

Salários de assessores também sofreram cortes na cidade, cortes bem significativos.

O prefeito Marcos Buzetto reitera que a medida gera economia e que as pessoas que ocupem estes cargos tenham também espirito público para contribuir com a cidade.

“O objetivo dessas medidas, ou seja, a redução salarial dos cargos em comissão, é com o objetivo de moralizar a administração pública perante a sociedade. Também, que, os mencionados cargos sejam ocupados por cidadãos que realmente desejam contribuir com a mudança e a melhoria do nosso município. Agindo assim, a face política do agente público ocupante dos cargos citados, torna-se transparente, justa, coesa e condizente com a postura apregoada pela cidadania plena, pela ética, pelo respeito ao interesse público e ao desenvolvimento local; além de que, a redução salarial pleiteada, trará economia aos cofres públicos. O princípio da economicidade, nos leva a acreditar que não há motivo algum para que os ocupantes dos cargos em comissão, recebam uma remuneração altíssima e absurdamente desproporcional, em um município onde considerável parte da população vive com tão pouco”, afirmou o prefeito.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta