Prefeitura interdita rua e disponibiliza tenda para proteger pessoas em busca do auxílio emergencial que formaram grandes filas na Caixa Econômica Federal

Prefeitura interdita rua e disponibiliza tenda para proteger pessoas em busca do auxílio emergencial que formaram grandes filas na Caixa Econômica Federal

A Prefeitura de Rio das Pedras, por meio das secretarias da Saúde e Desenvolvimento Econômico, disponibilizou tendas e cadeiras para os clientes da Caixa Econômica Federal e lotérica que estavam formando grandes filas, a maioria em busca do auxílio emergencial do Governo Federal. A área coberta tem 250 metros quadrados e 100 cadeiras disponíveis, interditando a rua Prudente de Moraes entre a rua Lacerda Franco e a praça da Igreja Matriz, no Centro.

“A pedido do prefeito Carlos Defavari colocamos a tenda para as pessoas terem maior conforto e distanciamento social. Como já divulgamos, estamos com três casos em Rio das Pedras, por isso precisamos redobrar a atenção. Usem as máscaras, não retirem nem para falar, não levem crianças ou mais pessoas que não têm a necessidade de acompanhar a ida ao banco”, ressaltou Filemon Silvano, secretário da Saúde.

A busca por informações ou saque do auxílio emergencial é um dos mais frequentes motivos pela busca no atendimento. “Entendemos que as pessoas precisam desse auxílio importante, em especial para autônomos ou para quem perdeu o emprego em virtude da pandemia. Não há como impedir que se formem filas, então buscamos um meio de organizar a situação de modo a proporcionar segurança e conforto para todos”, afirmou Lucas Carretero, secretário de Desenvolvimento Econômico.

O público é orientado, por meio de caixas de som, a retirar a senha para atendimento em um dos estabelecimentos e aguardar sentado. Na entrada das tendas as pessoas passam álcool em gel nas mãos e recebem material informativo sobre o novo coronavírus (Covid-19). Para quem não tem máscaras, o Fundo Social de Solidariedade (em parceria com o Grupo Teatral Paixão de Cristo) e a Secretaria da Saúde estão distribuindo as proteções em tecido. Conforme os clientes são chamados, uma equipe de limpeza higieniza as cadeiras desocupadas para que outra pessoa utiliza. A Guarda Civil Municipal também acompanha e monitora a movimentação.

“Colocamos as tendas para melhor acolher as pessoas que buscam por atendimento na Caixa e lotérica, dando maior conforto e segurança, separando as cadeiras na distância recomendada de um metro. Isso é para proteger nossa população, ainda mais agora que temos casos positivos na cidade. O trabalho da Saúde segue firme com a sanitização, vacinação contra o H1N1 e agora com protegendo as pessoas na fila”, informou o prefeito Carlos Defavari.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta