Está em fase final de construção a Sala de Educação Ambiental em Rio das Pedras

Está em fase final de construção a Sala de Educação Ambiental em Rio das Pedras

O prédio será sustentável, com reuso da água de chuva e painéis solares. O imóvel municipal existente na praça entre as ruas Antônio Tosello, Antônio Durante e Fiscal José Mazzoni, na Vila Kennedy, está sendo adaptado para receber a Sala de Educação Ambiental. A Secretaria de Obras realizou a troca de parte do telhado, fez a instalação de novo forro, refez reboco, pintura, trocou piso e adaptou rampas de acessibilidade ao espaço.

O desenvolvimento das atividades no espaço será coordenado pela Secretaria de Meio Ambiente. A sala será utilizada como extensão da sala de aula das escolas municipais e para que demais interessados voltados ao tema. Serão trabalhadas temáticas ambientais gerais (água, esgoto, uso do solo, vegetação, resíduos, biodiversidade, qualidade do ar, entre outras). Após a conclusão das obras, que deverá ocorrer dentro de 30 dias, a sala receberá mobiliário interno.

Devido a pandemia, as atividades terão início apenas após o retorno das aulas.

Entende-se por Educação Ambiental os processos através dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidade, atitudes e competências voltadas para a conservação do Meio Ambiente, bem de uso comum dos cidadãos, essencial à sadia qualidade de vida e de sua sustentabilidade.

De volta como secretaria: Foi aprovado junto a Lei número 3.078, a criação da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA), o qual até então tinha divisão de departamento e respondia diretamente para a Secretaria de Obras, buscando melhorias e avanços na área ambiental da cidade. Dessa forma, o Meio Ambiente se torna um órgão do primeiro grau divisional ligado ao Chefe do Poder Executivo. O engenheiro Ambiental Murilo Merloto foi nomeado como secretário de Meio Ambiente.

O secretário de Meio Ambiente, Murilo Merloto falou sobre a importância dessas ações na cidade. “A relevância do cenário ambiental vem crescendo em todos os locais, e isso não é diferente em Rio das Pedras. As pessoas vêm percebendo que as ações realizadas hoje terão reflexo para as futuras gerações, e aqueles que ainda não entendem estão prejudicando nosso futuro. Esse fato foi comprovado com o entendimento do Prefeito e da Câmara de Vereadores sobre a criação desta importante pasta municipal junto à nova legislação. Somos um órgão multidisciplinar, que necessita ser ouvido a cada decisão municipal, seja para a instalação de uma nova indústria na cidade, ou de um novo loteamento, por exemplo”, comenta ele.

Ele ainda afirma que o planejamento urbanístico e de expansão da cidade de forma sustentável se relaciona intimamente com a questão ambiental. Com essa criação, poderemos avaliar orçamentos ambientais próprios, entre outros avanços.

Existe muito a se avançar no cenário ambiental no município, pois envolve uma gama de atividades muito ampla, mas a prefeitura está buscando melhorar a cada dia e já aconteceu avanços com relação à fiscalização, critérios de licenciamento e urbanísticos, porém o quesito relacionado aos resíduos sólidos e aos recursos hídricos ainda carece de uma atenção especial em nossa cidade, algo que pode ser melhorado com novas atitudes do poder público e legislativo.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta