Aumento de consumo provoca dificuldades no fornecimento de água em Rio das Pedras

Aumento de consumo provoca dificuldades no fornecimento de água em Rio das Pedras

O aumento de consumo de água tem provocado dificuldades no abastecimento em Rio das Pedras, de acordo com o Superintendente do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Rio das Pedras, Davi Gonçalves.

Além disso, a cidade já tem problemas de falta de água devido a outros fatores.

“A água suja nos bairros como São Pedro, Santo Antônio e Bom Retiro se deve a estação e temos a necessidade de uma nova ETA (Estação de Tratamento de Água), mas para tentar melhorar estamos fazendo a troca de elementos, que visam melhorar a qualidade da água”, disse Davi Gonçalves.

O prefeito Carlos Defavari destaca que diversos investimentos vêm sendo feitos para melhorar o armazenamento de água.

“Vai ser feita uma estação de tratamento nova na estação de tratamento de água 3, com investimentos de meio milhão de reais. Ficamos três anos sem recursos para investimentos, pagando contas e agora poderemos fazer esses investimentos.  Faremos também novos poços artesianos e também instalaremos novos reservatórios, aumentando a capacidade de armazenamento de água em diversos locais”, ressaltou, que destaca que há anos existe este problema, mas que tem trabalhado para “resolver o problema da falta de água”.

Voltando a falar sobre as questões que geram dificuldades de abastecimento na cidade, o superintendente destaca que houve um aumento considerável no consumo de água na cidade.

“O consumo aumentou em mais de vinte por cento e não estamos conseguindo tratar água suficiente.  As represas estão cheias, mas não estamos conseguindo tratar toda água diante dessa demanda”, ressaltou.

O superintendente explica que há algumas pessoas lavando calçadas na cidade e pede que a água seja economizada.

O secretário de Saúde, Filemon Silvano pede que ao fazer a higienização as pessoas não deixem a água escorrendo nas torneiras.

“Ensaboem as mãos e desliguem as torneiras e após fazer o procedimento de esfregar as mãos por vinte segundos e em seguida lavem as mãos”, explica ele.

“A sanitização que estamos fazendo já visa eliminar o vírus, então pedimos que também evitem lavar as calçadas ou usar a água desnecessariamente”, disse.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta