Região Oeste recebeu a primeira plenária regional do Orçamento Participativo

Encontro aconteceu ontem, no CRAS São José

A região Oeste recebeu a primeira plenária regional do Orçamento Participativo, na noite de ontem, segunda-feira, 17/05, no CRAS São José, bairro Jaraguá, que reuniu representantes de bairros como Tatuapé, Cantagalo, Santa Fé II, Jardim Planalto e São Jorge.

O encontro teve as presenças do secretário de Administração, Dorival Maistro, da secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Euclidia Fioravante, e do vereador Pedro Kawai e foi marcado pela apresentação de diversas demandas pela comunidade, que reconheceu a importância do encontro, por poder expor suas reivindicações.

Hoje, terça-feira, 18/05, às 19h, o encontro acontecerá no CRAS Novo Horizonte, na rua Frei Francisco Antônio Perin, 925, Novo Horizonte, pertencente àa região Oeste II. Ao todo serão 12 encontros, compreendendo as regiões Oeste, Leste, Norte, Sul, Centro e Rural.

As reuniões, coordenadas pela Secretaria Municipal de Governo, acontecem sempre às 19h e têm por objetivo manter contato com a comunidade, associações, entidades civis organizadas, no sentido de coletar demandas sobre investimentos, manutenção e serviços públicos. Devido à pandemia, foram respeitados todos os protocolos sanitários de combate à Covid-19, como distanciamento social e o uso obrigatório de máscaras.

Maistro avaliou que essas discussões mostram que a atual gestão ouvirá a comunidade, por entender que ela contribuirá para aumentar a abrangência e transparência das ações públicas. “É importante essa retomada das discussões do OP e esta gestão quer manter aberto o canal de comunicação com a comunidade, pois são os moradores que sabem da reais necessidades de seus bairros. Até junho teremos outras plenárias que nos darão um panorama geral das carências dos bairros”.

Euclídia ressaltou que a gestão atual está aberta para ouvir as propostas da comunidade e juntos analisarão as que são viáveis, sempre com transparência das discussões, levando em conta a capacidade de investimento da Prefeitura. “Este contato com as lideranças comunitárias tem que ser mantido e as demandas relativas à Smads serão avaliadas”, ressaltou.

O vereador Pedro Kawai parabenizou a Administração por trazer as discussões do OP junto à comunidade. O líder comunitário do Cantagalo, Marcos dos Santos observou que o levantamento das demandas proporcionado pelo Orçamento Participativo, é importante, por direcionar as obras que beneficiarão as comunidades.

As plenárias são abertas à participação da população que deverá apresentar as demandas por escrito em duas vias, sendo uma delas utilizada para a realização da leitura aos presentes e a outra entregue à coordenação da plenária.

Caso as demandas apresentadas na plenária tenham algum aditamento ou acréscimo, o participante poderá encaminhar os respectivos acréscimos, até cinco dias úteis após a data de realização da plenária, à Secretaria Municipal de Governo ou à Coordenação Paritária do Conselho Municipal do Orçamento Participativo, por intermédio de ofício/carta ou e-mail comop@piracicaba.sp.gov.br

SAIBA MAIS – O Orçamento Participativo (OP) é um mecanismo governamental de democracia participativa que permite aos cidadãos influenciar ou decidir sobre os orçamentos públicos de prefeituras municipais para assuntos locais, por meio de processos de participação da comunidade.

O OP pode melhorar a distribuição dos recursos públicos da sociedade, considerando as principais necessidades da população e assim, contribuir em melhorias nos indicadores econômicos e sociais (saúde, educação, segurança, saneamento, etc), promovendo o desenvolvimento econômico.

Confira as demandas do OP para a região Oeste I

Recapeamento e iluminação da av. Frei Francisco Antônio Perin

Construção do Centro Comunitário e varejão no Santa Fé

Recapeamento asfáltico no bairro Jardim Planalto e loteamento Ipanema

Melhoramento da iluminação na praça do Centro Social do Jardim Planalto

Construção de duas salas no Espaço do Centro Social do Jardim Planalto

Instalação de parquinho infantil na praça do Jardim Planalto

Construção de duas vielas em comunidade do Jardim Planalto

Instalação de câmaras de monitoramento nas rotatórias do Jardim Planalto e do São Jorge, na rua Maria Isabel da Silva Matos, em frente à Escola Municipal Enedina Lourenço Vieira e na rua Francisco Raya, em frente ao Centro Social

Mudança de mão de direção da rua Maria Isabel da Silva Matos, para mão dupla

Construção de ponte sobre o ribeirão do Enxofre, ligando a rua Maria Isabel da Silva Matos, com a rotatória do final da rua Madre Teresa Teodora

Desapropriação de área da nascente principal do ribeirão do Enxofre, localizado entre os bairros Costa Rica e Monte Líbano, com a finalidade de preservação de mananciais

Execução de obras de contenção de barrancos na extensão do córrego do Enxofre

Reestruturação do trânsito na entrada do bairro do Jardim Planalto

Últimas Notícias

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta