Presidente da Câmara de Piracicaba nomeia vereadora Nancy Thame para direção da Escola do Legislativo

Criada pelo decreto legislativo 63, de dezembro de 2014, a partir de iniciativa do então vereador João Manoel dos Santos, a Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Piracicaba, ganhou nesta terça-feira, dia 17, condições para entrar em funcionamento, com a nomeação, pelo presidente Matheus Erler (PTB), de sua estrutura organizacional.

A diretora será a vereadora Nancy Thame (PSDB), tendo como coordenador o diretor do Departamento de Documentação e Arquivo, Fábio Bragança, e como secretária Fernanda Micossi da Cruz e Silva, funcionária do Departamento de Documentação e Arquivo. Os cargos não são remunerados.

Entre as atribuições da escola está a de integrar e gerenciar convênios, especialmente com Senado Federal, Câmara dos Deputados, Assembleias Legislativas, Câmaras Municipais, Tribunais de Conta, Ministério Público e universidades, propiciando a participação de parlamentares, servidores e agentes políticos em treinamentos a distância e a realização de cursos de capacitação técnica e de formação acadêmica ou pós-acadêmica.

O presidente da Câmara, vereador Erler lembrou que, dentro dos compromissos que assumiu ainda no primeiro mandato à frente da Mesa Diretora, estava o de “aproximar a Câmara cada vez mais da população”, e a criação da Escola do Legislativo é “mais um passo nessa direção”, com a indicação de Nancy Thame para coordená-la.

“A Escola trará para dentro do Legislativo lideranças políticas e comunitárias e os piracicabanos, que, juntos com nossos servidores e colaboradores, poderão aprimorar sua formação no sentido mais amplo da palavra”, destaca o vereador Erler.

De acordo com Nancy Thame, os trabalhos da Escola do Legislativo “contribuem para que se renovem os espaços de formação e atuação política, daí a importância da sua manutenção”.

“É um ganho histórico para Piracicaba, pois a sociedade almeja mudanças. A Câmara é uma instituição importante do tripé de sustentação da democracia, junto com o Executivo e o Judiciário, sendo que o papel da Câmara é legislar e fiscalizar e, além disso, é fundamental na promoção de debates e na difusão de conhecimentos dos aspectos socioeconômicos, políticos, ambientais, sanitários e culturais”, afirmou a vereadora.

Para o diretor do Departamento de Documentação e Arquivo, Fábio Bragança, “a Escola aproxima a população do Legislativo, através da formação e da capacitação de agentes públicos e munícipes”.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cancelar resposta